quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Jovem gestante e marido são executados a tiros em São Cristovão

PM faz diligências, mas não consegue identificar criminosos. 

Um casal foi morto a tiros na noite da terça-feira, 18, no Loteamento Tijuquinha, no município de São Cristovão. Uma adolescente de apenas 13 anos estava grávida e se postou na frente do companheiro na tentativa de evitar o crime, mas acabou sendo também atingida apesar de não ter sido o alvo desse homicídio, segundo informações do major Marco Carvalho, comandante da 1ª Companhia Independente, que atende aos municípios de São Cristovão e Itaporanga D´Ajuda.

Por volta das 21h, o casal estava na rua Lauro Maia, próximo à casa onde eles moravam, e os criminosos se aproximaram das vítimas ocupando um táxi, cujo veículo e condutor ainda não foram identificados. Conforme o major Marco Carvalho, pelo menos três pessoas teriam descido do veículo e tido como alvo Alisson Fernando Rodrigues dos Santos, 26, esposo da adolescente que estava grávida, conforme o major, considerando os primeiros levantamentos realizados pela equipe que integra aquela Companhia Independente da Polícia Militar de Sergipe.

De acordo com o major, a equipe de socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) realizou o parto no próprio local onde aconteceu o crime, na tentativa de salvar o bebê, mas não obtive êxito. A criança chegou a nascer com sinais vitais, mas também não sobreviveu e morreu no local, assim como os pais. Os três corpos chegaram ao Instituto Médico Legal (IML) aos 12 minutos da madrugada desta quarta-feira, 19, e o crime será investigado pela Polícia Civil.

O corpo da adolescente ainda não foi identificado oficialmente. O IML registrou que o casal foi vítima de morte violenta provocada por disparos de arma de fogo, mas a causa da morte do bebê ainda será avaliada através dos exames que serão realizados no corpo, que continua como recém-nascido naquele instituto.

Taxa de homicídio

Esse crime chocou a comunidade local. O major Marco Carvalho, comandante da 1ª Companhia Independente, confessa que até a equipe de policiais ficaram consternados com a execução. De acordo com o major, as taxas de homicídio foram reduzidas na região, que engloba os municípios de São Cristovão e Itaporanga D´Ajuda.

No primeiro semestre do ano passado, foram registrados 45 homicídios na região e neste ano, no mesmo período, foram 22, contabilizando essa última ocorrência no Loteamento Tijuquinha, segundo o major. Para combater a criminalidade na região, o major garante que está intensificando as ações preventivas para impedir ocorrências desta natureza. Com informações de Cassia Santana, do Portal Infonet.


texto


Nenhum comentário: