sexta-feira, 13 de julho de 2018

Idoso de 94 anos morre após cair em fosso de elevador do prédio, em condomínio de Aracaju

O idoso José Nunes da Silveira, 94 anos, morreu nesta sexta-feira, 13, após cair no fosso de um elevador do Condomínio Jardim América, situado na Avenida Adélia Franco, no Bairro Luzia, em Aracaju. O acidente ocorreu por volta das 9h da manhã, quando o idoso tentou descer do 3° andar do prédio onde mora.

Ainda abalado com o ocorrido, Edilson Alves da Silveira, que é filho da vítima, conta que o elevador estava em manutenção, mas não havia nenhuma sinalização, tampouco as portas haviam sido travadas no momento do serviço. Para o filho da vítima, houve falha por parte da empresa que realizava a manutenção. “Não tinham faixas nas portas do elevador enquanto fazia a manutenção, nem estavam travadas, e meu pai inocente, com 94 anos, abriu a porta que não deveria ser aberta e acabou caindo”, lamenta.

Filho da vítima afirma que não havia sinalização
Segundo ele, os familiares e os amigos do condomínio sentiram a falta dele logo em seguida, e começaram a procurá-lo pelos arredores do prédio, mas sem sucesso, encontrando-o somente por volta das 12h, já sem vida. De acordo com Edilson, os advogados da família irão entrar com uma ação contra o condomínio e contra a empresa responsável pela manutenção dos elevadores no local.

Condomínio


A síndica do condomínio, Maria do Carmo, explica que a empresa estava realizando uma manutenção preventiva nos blocos do condomínio. Segundo ela, o funcionário responsável pela avaliação estava no “Bloco O”, quando recebeu um chamado informativo de que havia ocorrido um problema no elevador do “Bloco M”, onde o idoso residia. 

O funcionário teria então se deslocado até lá e iniciou os reparos naquele elevador. “Ele deixou o Bloco O para atender o Bloco M, onde aconteceu o acidente, mas como ele procedeu, se estava fazendo levantamento, sondando ou verificando defeitos, eu não sei dizer”, afirma.

Criminalística

O Instituto Médico Legal e o Instituto de Criminalística da Secretaria de Segurança Pública (SSP), estiveram no local. “Inicialmente nós coletamos os vestígios para posteriormente fazer as análises e o laudo materializando o que foi discutido”, explica o perito Charles Carvalho. O laudo deve ficar pronto em até 30 dias.

Empresa responsável

O Portal Infonet tentou contato através de telefone e e-mail com a empresa responsável pela manutenção dos elevadores, porém, até o momento da publicação desta reportagem. As informações são de Yago de Andrade, do portal Infonet.

..texto

Nenhum comentário: