sábado, 9 de junho de 2018

Morre terceira vítima da gripe H1N1 em Sergipe

Criança estava internada no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse).

Uma criança de 11 meses, do município de São Cristóvão, é a terceira vítima da gripe H1N1 em Sergipe. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (8) pela Vigilância Epidemiológica, da Secretaria de Estado da Saúde (SES). 

"A criança morreu na quarta-feira (6) e estava internada na ala vermelha do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse).

Ela já estava sendo monitorada, o quadro era grave e não tinha sido vacinada", explicou a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Mércia Feitosa.

O primeiro caso ocorreu em maio deste ano quando um bebê de cinco meses morreu também por conta da gripe H1N1. O bebê era da cidade de Itabaiana (SE) e estava internado no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), na Zona Oeste da capital. O Laboratório Central de Saúde Pública de Sergipe (Lacen) recebeu o material da criança no dia 05 de maio e no dia 07 de maio, após análise, confirmou o diagnóstico do vírus Influenza tipo ‘A’, o H1N1.

A segunda morte foi confirmada na terça-feira (29). A vítima era um homem de 38 anos que estava internado no Hospital São José, em Aracaju e acabou falecendo na última quarta-feira (23).

A coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Mércia Feitosa fez um alerta para que crianças e idosos sejam vacinados, pois são os mais vulneráveis ao vírus do H1N1. " Eles possuem a menor cobertura vacinal e isso os coloca em maior risco". Ela reforçou que vacinação está disponível até o dia 15 de junho.


Meningite

Outra doença que também tem preocupado os sergipanos é a meningite. Segundo a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Mércia Feitosa duas pessoas estão internadas no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse).

Ainda de acordo com ela, sete casos foram registrados desde o mês de janeiro no estado, mas os números estão dentro do previsto para o período. Ela destacou também que os pacientes que estão internados estão com o quadro de saúde controlado. 
Com informações do G1

.texto

Nenhum comentário: