sábado, 9 de junho de 2018

Após empatar com Brasiliense, Sergipe é desclassificado da Série D

Colorado no ficou no 0 a 0 em pleno Batistão.

O Sergipe está eliminado do Campeonato Brasileiro da Série D 2018. Em partida válida pela segunda fase da competição neste sábado, 9, o alvirrubro empatou em 0 a 0 com o Brasiliense-DF em pleno estádio Lourival Baptista e deu adeus à competição. Na primeira partida, o time do Distrito Federal havia vencido por 2 a 1.



Na campanha pela Série D, o Sergipe disputou oito partidas e obteve quatro vitórias, dois empates e duas derrotas, com nove gols marcados e sete tomados– campanha superior à do ano passado, quando o time sergipano obteve duas vitórias e quatro derrotas e sequer passou da primeira fase.

O jogo


Para quem precisava marcar dois gols para evitar os pênaltis, o Sergipe fez muito pouco na primeira etapa. Apesar de ter dominado a posse de bola no primeiro tempo, o time alvirrubro não deu praticamente nenhum trabalho ao goleiro Edmar. O primeiro chute a gol relevante foi de Marinho Donizete na entrada da área aos 6; e a segunda tentativa foi de Willian Paulista aos 44 por cima da trave. No meio da primeira etapa, o alvirrubro ainda perdeu o volante e capitão Ramalho machucado – e Marquinhos do Sul entrou em seu lugar.

No segundo tempo, porém, o Sergipe entrou mais acordado. Logo aos 5, Diogo cobrou falta com categoria e obrigou Edmar a espalmar pra fora. Aos 10, foi a vez de Heverton aproveitar cruzamento de Marinho Donizete para cabecear no meio do gol – mas o goleiro pegou. Aos 17, Marquinho do Sul fez ótima jogada pela direita e mandou uma bomba cruzada – e Edmar, mais uma vez atento, espalmou pra fora.

O Brasiliense só respondeu aos 25, quando Saci cobrou um escanteio tão fechado que obrigou Jean a pular no ângulo para esmurrar a bola. Aos 33, em mais um contra-ataque, Willian Paulista chutou e a bola resvalou em um jogador adversário na área. Todo o time do Sergipe reclamou de toque de mão, mas o juiz alegou que a bola havia batido na barriga do jogador.

Aos poucos, o nervosismo do Sergipe foi se convertendo em desorganização e desespero, e o Brasiliense passou a aproveitar algumas brechas. Em uma delas, Nunes ficou cara a cara com o goleiro Jean e perdeu: o arqueiro alvirrubro bloqueou a conclusão com os pés. Aos 49, no último lance de ataque colorado no campeonato, o zagueiro Claudio Baiano se mandou para o ataque e cabeceou pra cima – e ao descer, a bola ainda tocou no travessão. E então o apito soou e decretou a eliminação alvirrubra da competição nacional.

FICHA TÉCNICA
Sergipe 0 x 0 Brasiliense

SERGIPE
Jean, Rhuan, Claudio Baiano, Heverton, Brendon, Donizete, Diego Paulista, Marquinhos do Sul (Ramalho), Willian Paulista, Danilo Rios (Diogo), Nino Guerreiro (Obina)

BRASILIENSE
Edmar, Gabriel, Lúcio, Preto Costa (Welton Felipe), Aldo, Wellington Saci, Radamés, Peninha (Felipe), Nunes, Tarta, Romarinho (Luquinhas)

Cartões amarelos: Heverton, Radamés

Público pagante: 4.745
Público total 5.196
Renda: R$ 96.592,00

As informações são de Igor Matheus / Infonet


.texto

Nenhum comentário: