quinta-feira, 24 de maio de 2018

Em Aracaju, proprietários de veículos fazem peregrinação e enfrentam longas filas por gasolina

A situação já começa a causar preocupação nos proprietários de veículos da capital sergipana.

A paralisação dos caminhoneiros e o medo do desabastecimento de combustíveis está levando motoristas a enfrentarem peregrinações em busca de postos com menos fila. Na zona Sul da capital sergipana, as filas são estressantes. Em alguns postos, o combustível já faltou e se a carga não chegar até às 22 horas de hoje, 24, o desabastecimento será geral, segundo informou o superintendente de uma rede de postos.


Num posto da avenida Melício Machado, a fila alcançava a avenida. “Estou aqui há mais de meia hora. Só estou aqui porque o tanque está quase vazio. Confessou o comerciante Mário Moraes”.



A advogada Lucilla Menezes passou por cinco postos de combustíveis do caminho do escritório, no bairro Suíssa, até sua casa, na Atalaia. Todos com filas enormes, até que, ao passar em um posto próximo ao terminal da Atalaia, resolveu parar e enfrentar a fila com mais de 20 carros a sua frente, afinal precisava abastecer. Mas ela deu sorte, porque assim que foi chegando, uma bomba foi aberta e ela conseguiu ser a quinta dessa nova fila. “E o preço está até bom, R$ 4,48”, disse a advogada que aproveitou para completar o tanque.

Na zona Norte da cidade, os postos também estão bastante cheios e com filas numerosas. No posto da esquina das avenidas avenida Santa Gleide, com Euclides Figueiredo, no conjunto Veneza, dezenas de motoristas buscavam abastecer seus veículos.


Segundo o supervisor de uma rede de postos de combustíveis com unidades em todo o Estado, já falta combustíveis em 10% dos postos da rede e se não chegar até às 22 horas desta quinta-feira, amanhã já não haverá mais em nenhum dos postos da rede.

Em uma outra rede de postos, ainda há combustível, mas o supervisor disse não poder garantir se haverá produto amanhã. (FAN F1)


.texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM