quarta-feira, 16 de maio de 2018

Belivaldo entrega mais de 114 toneladas de sementes de milho no Alto Sertão

Desta vez, foram beneficiadas as cidades de Nossa Senhora da Glória, Monte Alegre, Poço Redondo e Canindé de São Francisco. Também houve entrega da autorização de uso de terra a agricultores da Colônia Agrícola Herbert de Sousa, em Poço Redondo.

O produtor José Antônio Ferreira, conhecido como Betinho, é dono de pequena propriedade com pouco mais de 36 hectares. Ele integra o grupo de 11.400 produtores familiares do Alto Sertão que recebem semente de milho do governo do Estado este ano.


Nesta terça-feira (15), a entrega foi realizada pelo governador Belivaldo Chagas nos municípios de Nossa Senhora da Glória, Monte Alegre, Poço Redondo e Canindé de São Francisco. Além das sementes, o governador entregou da autorização de uso de terra a agricultores da Colônia Agrícola Herbert de Sousa, em Poço Redondo.

“É uma ação muito importante porque no período em que a gente vive, com seca e estiagem, a gente recebe sementes do governo para que possamos plantar no momento certo. No período em que a chuva cai, temos as nossas sementes já garantidas e isso é muito importante para todos os agricultores”, disse José Antônio Ferreira.


A entrega de sementes que teve início nesta segunda-feira (14), em Carira, abrange todo o estado. Ao todo, serão distribuídas 247 toneladas de sementes certificadas de milho das variedades catingueiro e BR 106 e 90 toneladas de sementes de milho na variedade crioula, que se destinam ao plantio da safra 2018.Um investimento de R$ 1.383.200,00, recursos estaduais do Funcep – Fundo Estadual de Erradicação e Combate à Pobreza.


“Nós começamos a distribuição ontem, no município de Carira. Hoje, estamos dando continuidade nos municípios de Glória, Monte Alegre, Poço Redondo e Canindé do São Francisco. São cerca de 300 toneladas de sementes que estamos distribuindo, sementes de qualidade. Esta é uma ação importante, que conta com a parceria dos municípios, sindicatos e associações, os quais cuidam diretamente dos interesses dos pequenos produtores rurais. O agricultor fica na expectativa da chuva. Preparou a terra, choveu e, de imediato, ele lança a semente. Portanto, a expectativa é que tenhamos novamente uma safra recorde. Quero destacar que a semente não vai ser entregue só na presença do governador. Autorizei a Emdagro a já entregar em alguns municípios para que o plantio aconteça no tempo certo. Nosso trabalho é fortalecer a agricultura”, ressaltou o governador Belivaldo Chagas.

Glória
Os produtores do Alto Sertão receberão 114 toneladas de sementes BR 106 e Catingueiros (convencionais), que beneficiarão 11.400 produtores da agricultura familiar. A primeira parada para a entrega foi em Glória, onde foram distribuídas 18 toneladas de sementes de milho convencional para 1.800 famílias. As sementes crioulas, agroecológicas logo começarão a ser distribuídas.

“Estamos celebrando uma demanda histórica para homens e mulheres do campo. Ter acesso às sementes na hora certa é fundamental para quem vive da agricultura, principalmente para aquele pequeno produtor que vive e espera uma boa colheita de cerqueiro, que é a colheita que não tem irrigação e tem que estar preparado com a semente na mão”, declarou a secretária de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca, Rose Rodrigues.

Já o prefeito de Nossa Senhora da Glória, Chico do Correio, parabenizou o governo do Estado pela doação das sementes, que irão ajudar na economia da região e no desenvolvimento da agricultura familiar. “Estamos consolidando uma política pública voltada para o pequeno produtor e para a agricultura familiar, uma política que distribui a semente no momento exato para o cultivo. Só nos resta agradecer ao governo do Estado pelo respeito que tem tido com a agricultura familiar e com o pequeno agricultor”.

Monte Alegre

Logo após a entrega em Glória, o governador seguiu para a cidade de Monte Alegre, onde foram distribuídas 15 toneladas, beneficiando 1.500 famílias. Erisvaldo Santos, pequeno produtor do município, acredita que esse auxílio do governo faz toda a diferença na produção. “Estou muito feliz. Nós estamos chegando ao inverno e o governador chegou a tempo. Chegou tudo na hora certa: as sementes e a chuva, que começou hoje, uma benção. Esta semana, a gente começa a plantar e, daqui a seis meses, estaremos colhendo”, relatou o agricultor.

A prefeita de Monte Alegre, Nena de Luciano, concorda com o produtor. "Essas sementes são importantes para o nosso povo, que é carente e precisa muito. Bom que veio antes da chuva. E a expectativa, esse ano, é de boa colheita. A cultura do milho é importante para o município", disse.

Ainda em Monte Alegre, atendendo pedido dos estudantes do Centro de Excelência 28 de Janeiro, o governador visitou a unidade escolar e ouviu as reivindicações dos alunos e professores. Belivaldo falou que algumas das melhorias solicitadas já estão em andamento, como é o caso do projeto da quadra de esportes. 

"Não sou do estilo de prometer e não fazer, por isso converso com vocês claramente. O projeto da quadra está em processo de licitação. Quando tomei conhecimento dessa manifestação de vocês, fiz questão de pedir que o superintendente executivo da Seed, professor Everton, viesse aqui para saber o que estava acontecendo. Vou deixa-lo encarregado de agilizar a reforma da quadra e as demais necessidade prioritária do colégio. Assumo o compromisso de verificar ponto a ponto o que está faltando, esses itens que vocês listaram aqui”, afirmou, garantindo que retornará para verificar o andamento das melhorias. “Essa não vai ser a única visita. Irei retornar assim que os alunos e grêmios conhecerem o projeto por meio de Everton e a Seed estabelecer um calendário com prazos aos estudantes”.
.
Segundo Everton Siqueira, já na próxima segunda-feira (21), a Seed apresentará o projeto de melhorias e os prazos determinados pelo governador aos estudantes.

O governador informou, ainda, que já autorizou a realização de Processo Seletivo Simplificado (PSS) para contratação de pessoal que atuará nos serviços básicos nas escolas, dando suporte nessa área.

Poço Redondo

A parada seguinte foi a cidade de Poço Redondo, onde foram distribuídas 26 toneladas de sementes, beneficiando 2.600 famílias. Uma grande ajuda para os agricultores do município, que comemoram a entrega das sementes.

"Pra nós, é uma honra! Não tem coisa melhor do que essa entrega e essas palavras ditas pelo governador. Ele está certo quando diz que a gente só pode falar o que pode fazer. Não se deve prometer e depois não cumprir. Mas ele cumpre e faz", revelou Zefa da Guia, parteira da comunidade quilombola da Serra da Guia, em Poço Redondo.

Além da distribuição das sementes de milho, também houve a entrega de 80 autorizações de uso de terra para agricultores familiares da Colônia Agrícola Herbert de Souza. A ação do governo do Estado, por meio da Secretaria de Agricultura, garante às famílias o acesso ao crédito rural e a outros benefícios do governo Federal.

A Colônia Herbert de Souza possui uma área total de 5.400 hectares e integra as primeiras colônias que foram implantadas ainda no governo Marcelo Déda, resultando do convênio firmado entre o Incra e o governo do Estado que permitiu a compra de fazendas para reforma agrária. Ainda na Colônia Herbert de Souza, 160 outras famílias estão em processo de homologação de suas terras para a certificação de sua situação e concessão de autorizações.

Carros-pipa

Em Poço Redondo, Belivaldo falou sobre o sorteio, realizado hoje, de 15 pipeiros, entre os credenciados no último edital lançado pela Defesa Civil/Seidh, para integrar a equipe da Operação Carro-Pipa do governo de Sergipe. O sorteio aconteceu na sede da Secretaria da Agricultura do município, contemplando sete pipeiros em Poço Redondo, seis em Porto da Folha e dois em Gararu.

“Estamos no sertão e temos uma preocupação no que diz respeito aos carros-pipa. Eu não vou colocar carro-pipa se não tiver condições de pagar o pipeiro. E tendo condição, a gente coloca. Já autorizamos mais 15 carros-pipas para o Sertão. Poço Redondo vai ter, até o final do mês, mais sete carros-pipa. Quero ver o cidadão entregando a água e recebendo no outro dia”, disse, acrescentando que em conversa com o presidente da Cohidro, ficou acertado a busca de recursos para implantação de barragem em Pato Branco.

Canindé de São Francisco

Dando continuidade à distribuição de sementes selecionadas de milho aos agricultores do Alto Sertão sergipano, o governador Belivaldo Chagas concluiu o roteiro de entrega em Canindé do São Francisco. Foram beneficiados 1.200 agricultores com 10 kg de sementes cada, num total de 12 toneladas distribuídas no município. A entrega ocorreu na sede da Secretaria Municipal de Agricultura.

O governador Belivaldo Chagas disse que ficou feliz ao chegar a Canindé junto com a chuva. Ele ressaltou que o governo não poderia retardar a distribuição das sementes, sob pena de prejudicar a safra de grãos no estado.
"Estamos entregando as sementes para os agricultores familiares e, assim, garantir a safra de 2018, com a perspectiva de ser maior que a do ano passado", enfatizou Belivaldo Chagas.

A secretaria de Estado da Agricultura, Rose Rodrigues, afirmou que a distribuição das sementes é a mão do Estado fomentando a agricultura camponesa. Ela cumprimentou a equipe da Emdagro que, através dos seus técnicos, oferece tecnologia ao campo. "O governo faz política pública, apoia o MST, a Fetase e as organizações dos trabalhadores. Mesmo no momento de crise, conseguiu comprar e entregar a semente no momento adequado para garantir a safra e a alimentação na mesa de todo" salientou.

O prefeito de Canindé, Ednaldo Vieira Barros, disse que o momento é de felicidade. "Além da semente, a justiça divina trouxe a chuva. Vai fazer nosso município alavancar com uma grande safra", revelou.

Comemoração
A agricultora Maria Idalia dos Santos recebeu do governador o saco de sementes e disse que está muito satisfeita com a distribuição. "É a garantia da nossa safra de milho. Chegou a chuva e a semente no mesmo dia. É o governo e a providência divina olhando para o sertão ", comemorou.

A agricultora Marília de Loudes Silva, da comunidade Araticum, ao receber o saco com os 10 quilos de sementes disse: "a distribuição das sementes representa a garantida de nossa safra e a certeza dos recursos para a nossa sobrevivência".

O agricultor José Cupertino da Silva disse que a distribuição das sementes representa a alimentação da sua família, dos animais e os recursos necessários para a sobrevivência.

Mecanização

O governador explicou que, este ano, o governo não disponibilizou a mecanização agrícola para poder reorganizar a oferta, de forma que os agricultores recebam o benefício e os prestadores do serviço sejam remunerados adequadamente. “É importante parar por um momento para reorganizar as coisas. A solução que vamos apresentar na Alese é algo que ficará garantido daqui para frente. Um cartão magnético que garantirá ao produtor a hora de trator, assim como acontece com o Mão Amiga. Encaminharemos esse projeto e creio que, a partir do próximo ano, será desta forma, bem mais organizado”, anunciou.

Presenças

Acompanharam as solenidades o presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe, Luciano Bispo de Lima; os deputado Estaduais Francisco Gualberto e Jairo Santana; o ex-governador de Sergipe, Jackson Barreto; o vice-prefeito de Feira Nova, Adnan Araújo; os ex-prefeitos de Nossa Senhora da Glória, Sérgio Oliveira e José Israel Andrade; o superintendente do Sebrae Sergipe, Emanoel Sobral; o presidente da Emdagro, Jefferson Feitosa; o presidente do Banese, Fernando Mota; o diretor de Finanças e Tecnologia do Banese, Renato Dantas; a diretora de Crédito e Serviços do Banese, Olga Carvalhaes; o representante do MST, Marcos Roberto; os vereadores de Nossa senhora da Glória, Astrogildo Soares da Costa; Flávio Vieira dos Santos; Maria José dos Santos; o vereador de Pedrinhas, Neudo Cardoso; o vereador de Riachão do Dantas, Albertino Franco; os secretários de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Olivier Chagas; da Casa Civil; Conceição Vieira; da Comunicação Social, Sales Neto; o superintendente Executivo da Secretaria de Estado da Educação, Everton Santos; o secretário de Estado de Inclusão e do Desenvolvimento Humano, Carlos Felizola Filho. Com informações da ASN.


Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM