sexta-feira, 16 de março de 2018

Vereadores de Laranjeiras reafirmam descaso da Prefeitura em bairros e povoados

Os vereadores do bloco de oposição de Laranjeiras voltaram a criticar na sessão desta quinta-feira, (15), a falta de ações da Prefeitura e a perseguição a servidores municipais. “Trabalhadores da secretaria de Educação da Prefeitura chamaram a polícia para uma professora, com 33 anos de carreira, que estava na sede do órgão municipal para reivindicar direitos trabalhistas. Isso é um absurdo, mas a polícia entendeu a legitimidade da reclamação e manifestou apoio à profissional do magistério”, afirmou o vereador José Carlos JJ.

Além desta denúncia, o representante do legislativo municipal relatou mais uma vez na tribuna que a prefeitura de Laranjeiras não vem assegurando os direitos trabalhistas de diversos servidores.

“Vem sendo negados diversos direitos trabalhistas aos abnegados trabalhadores municipais, como férias, concessão de licença-prêmio, entre outros. Por este motivo, muitos vêm ingressando com ações judiciais e a prefeitura foi condenada a pagar indenizações que somam R$ 2,5 milhões, ou seja, Laranjeiras não tem prefeito e nem equipe de governo”, destacou o vereador, que criticou também a falta de ações na manutenção dos espaços públicos, iluminação precária, coleta de lixo sem a segurança dos trabalhadores e etc.

Pela frequência das denúncias dos vereadores na tribuna da casa legislativa, contra a Prefeitura, membros da atual gestão municipal vêm declarando informações inverídicas na imprensa e chamando os vereadores da oposição de mentirosos. Diante disso, os vereadores Adriano Carvalho e José Carlos JJ foram conferir de perto a situação dos bairros Mussuca e Cedro. Os dois parlamentares registaram em fotos e vídeos, o descaso nas comunidades e afirmaram que novas visitas de fiscalização vão acontecer.

“Os membros desta administração não aceitam críticas e estão propagando ao povo que somos mentirosos, mas o que vimos hoje foi uma UBS novinha no bairro Mussuca, que não funciona, esgoto à céu-aberto em frente à escola no bairro Cedro e em várias ruas nas duas comunidades, além de muito mato e lixo espalhado. Sem falar que a bomba que abastece a caixa d’água da comunidade está quebrada e a prefeitura vem utilizando carros-pipa para abastece-la. Como também, vimos o banheiro feminino da escola, que está interditado há muito tempo. Será que estamos mentindo? Tudo foi registrado”, indagou o vereador Adriano Carvalho.

Em repúdio, a vereadora Brasilina Borges se solidarizou com o vereador Adriano Carvalho. “Fico triste por Laranjeiras está nessa situação e o sentimento do povo é de abandono. Portanto, não adianta a equipe da Prefeitura dizer que os vereadores mentem. O povo está vendo o descaso e eu repudio e lamento o despreparo desse prefeito e da equipe dele. Ao mesmo tempo em que peço respeito com os representantes do povo, já que fomos eleitos pelo povo e aqui somos a voz de cada laranjeirense”, destacou a vereadora Brasilina.

No mesmo tom de discurso, o vereador Jânio Dias pediu respeito para com os vereadores e solicitou à presidência da casa uma nota oficial de repúdio. “Não podemos admitir essa falta de respeito com os representantes do povo. Estamos aqui exercendo o nosso papel fiscalizador. É preciso que a equipe gestora mostre serviço e deixe de enganar o povo e acabe com essa velha política”, frisou.

Com informações da T.Dantas / ASCOM CML.


.

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM