sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Revisão de reajuste do salário mínimo é reivindicada pelo Dieese

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, Dieese, divulgou uma nota técnica com informações que indicam que o valor definido para o salário mínimo deste ano, de R$ 954, não recompõe o poder de compra do brasileiro. O reajuste de 1,81% sobre os R$ 937,00 que vigoraram durante 2017, foi inferior à variação anual do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), calculada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que, no ano passado, foi de 2,07%.

Na nota, o Dieese afirma que o cálculo deve ser refeito. “ É necessária a revisão do reajuste anunciado, de modo a devolver ao salário mínimo o poder de compra do início do ano passado, o que pressupõe o repasse integral do INPC-IBGE, além da incorporação da perda de 0,10% que lhe foi imposta em janeiro de 2017”, diz a nota.

O estudo aponta que aproximadamente 48 milhões de pessoas têm rendimento referenciado no salário mínimo.

Ainda segundo o Dieese, o valor ideal do rendimento para suprir as necessidades de uma família com quatro pessoas seria de R$ 3.856,23, de acordo com o último levantamento feito em dezembro de 2017.

Do Dieese

..texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM