sábado, 2 de dezembro de 2017

Confira o editorial de novembro do Gazeta do Cotinguiba

“Venha Juquinha pra deputado que eu quero dar o troco a Varzinhas”, dizem os descontentes com o Liso.

Depois da circulação da edição 416, do jornal A Voz dos Municípios afirmando que o ex-prefeito de Laranjeiras Juca de Bala (PMDB) não descarta a possibilidade de sair candidato a deputando estadual nas próximas eleições de 2018, a cidade ficou em polvorosas no campo político.

E esta agitação toda tem motivos, e de sobra. É que muitos dos descontentes com o prefeito Paulão da Varzinhas (DEM), aqueles que acreditaram nas suas promessas e hoje estão se sentindo abandonados, fizeram questão de se manifestar nas redes sociais, e até em público, favoráveis a essa ideia da candidatura de Juca a deputado estadual. 



Entende-se que com isso, uma candidatura de Juca de Bala para a Assembleia Legislativa, ou seja, para deputado estadual, seria a oportunidade ímpar deles (os eleitores descontentes do Liso) darem o troco ao prefeito Pulão da Varzinhas votando em Juca de Bala e não em seu filho, o já deputado estadual Paulinho Filho.

Assim sendo, não é difícil entendermos que, se as pretensões do ex-prefeito Juca de Bala se concretizarem de fato, elas atrapalharão politicamente, e muito, a possível candidatura a reeleição do deputado Paulinho Filho – hoje um dos componentes do grupo Varzinhas mais criticados pelos eleitores do pai. Isso se deve às suas supostas intervenções na atual administração pública municipal que, segundo os próprios aliados, mais atrapalham do que ajudam.

“Paulinho Filho só Jesus na causa”, dizem! Os descontentes estão com os nervos à flor da pele, e não querem esperar 2020 para dar o troco em Paulão da Varzinhas e sua turma, pelo contrário, querem que a vingança eleitoral seja de imediato, e por 2018 ser um ano eleitoral, é o momento mais que adequado, é oportuno.

E por quê? É que na campanha para prefeito de 2016 Paulão da Varzinhas se intitulou como “O Liso”, e com isso ganhou a confiança do povo por passar a imagem – muito bem por sinal – de que estava sem condições financeiras para enfrentar politicamente, e sozinho, o “poderoso grupo” liderado pelo então candidato a reeleição, prefeito Juca de Bala (PMDB).

Com essa estratégia de que estava “liso”, mesmo sendo um homem milionário, graças a Deus, e por fazer inúmeras promessas, o prefeito Paulão da Varzinhas conseguiu a maioria dos votos se elegendo pela terceira vez prefeito do município de Laranjeiras.

*O problema é que, desde então ele vem enfrentando juridicamente dois processos que pedem a cassação do seu mandato por entenderem a Câmara Municipal e a coligação opositora, autores dos processos judiciais, que Paulão estava enquadrado na Lei Ficha Limpa que proíbe condenados por um colegiado de se candidatarem a cargos públicos, ou seja, Paulão estava inelegível por ter tido as suas contas de 2001, quando então prefeito, rejeitadas pela câmara de vereadores, atendendo recomendação do Tribunal de Contas do Estado ao, categoricamente, ter recomendado a rejeição das mesmas. E quais as chances de Juca de Bala nessa possível candidatura a deputado estadual?*

Depois de se eleger prefeito, Juca de Bala ficou conhecido e considerado no Estado de Sergipe como um político empreendedor, homem público de visão, que favorece o emprego e a renda ao protagonizar uma das administrações mais eficientes e bem projetadas do interior sergipano, sobretudo na infraestrutura e na ação social, e claro que isso foi parar nos quatro cantos de Sergipe.

Segundo seus correligionários, Juca de Bala tem serviço prestado e grupo político, e já teve até seu nome citado em pesquisas eleitorais. Já seu oponente em Laranjeiras, o deputado Paulinho Filho, vive um dos seus piores momentos na política sergipana ao estar respondendo a processo na justiça sob a suspeita de atos de corrupção, os tais desvios das famosas verbas de subvenções da assembleia legislativa.

Isso tem prejudicado, sobremaneira, a sua corrida rumo a reeleição e certamente será usado contra ele nos palanques dos seus opositores, e para completar, como o Brasil está querendo ser passado a limpo, com a Lava Jato e tantas outras operações de combate aos corruptos, esse currículo do deputado não é nada bom, sobretudo em época de disputa eleitoral.

Outro fator preponderante que tem arranhado a possível candidatura a reeleição do representante do Grupo Varzinhas em 2018 é o fato de que muitos em Laranjeiras estão detestando algumas medidas impopulares do prefeito Paulão da Varzinhas, influenciado, dizem seus próprios aliados, pelo deputado Paulinho Filho.

De retorno, vimos uma administração perdida, sem foco e completamente desalinhada. Um prefeito parasita que nada faz e nem fará para mudar esta triste realidade, justamente pela ausência de um plano de governo que leve a cidade ao desenvolvimento, e olha que dinheiro o município tem, o que falta é planejamento, e nos parece que competência e gerenciamento também.

Assim sendo, o povo que quis o Liso agora demonstra que 2018 será o ano da vingança eleitoral, e quando o povo quer, não tem jeito. Paulão da Varzinhas que o diga! “Venha Juquinha pra deputado que eu quero dar o troco a Varzinhas”, continuam dizendo os descontentes com o Liso e o deputado Paulinho Filho.


Editorial publicado na edição de novembro do Jornal "Gazeta do Cotinguiba"

..texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM