domingo, 26 de novembro de 2017

Corinthians encerra negociações, e Pablo não joga mais pelo clube

O Corinthians anunciou na manhã de sábado que não exercerá seu direito de compra dos direitos federativos do zagueiro Pablo, avaliado em 3 milhões de euros (aproximadamente R$ 11,5 milhões), encerrando uma negociação iniciada há seis meses. Com isso, o jogador é o primeiro titular do clube na campanha do heptacampeonato brasileiro que não seguirá no Parque São Jorge em 2018.

“As negociações com o Pablo e o seu empresário foram encerradas ontem (sexta-feira) com o não. Foi muito desgastante, mas a parte financeira não condiz com o que a gente quer para o Corinthians. O ponto final foi um não”, comentou o gerente de futebol, Alessandro, que conduziu as tratativas ao lado do diretor, Flávio Adauto, desde o começo.

“Pablo pediu o que não podíamos nem gostaríamos de pagar”, adicionou Adauto, normalmente mais falante do que Alessandro. “Ele vai seguir o seu caminho, espero que seja feliz onde escolher. Não sei se já tem algo com outro clube”, completou o dirigente, assegurando que o defensor nem mesmo participará da festa pelo título, neste domingo, depois da partida contra o Atlético-MG.

O ponto final no negócio acaba fechando uma das relações mais conturbadas do clube com um atleta neste ano. Depois de praticamente acertarem a permanência de Pablo, em julho, os corintianos viram o empresário do jogador, Fernando César, recuar devido a uma mudança na forma de pagamento das luvas, uma espécie de premiação pela assinatura do contrato.

Mesmo com a compra já assegurada em conversa com o Bordeaux-FRA, detentor dos direitos federativos, o Timão não conseguiu chegar a um denominador comum com Pablo, alvo de ataques nas redes sociais por não renovar de uma vez o contrato. Otimista quanto à sua permanência durante quase todo esse tempo, o atleta disse sempre se sentir bem no Alvinegro.

Com a saída do camisa 3, que atuou em 51 partidas durante o ano e anotou dois gols, o clube deve buscar dois zagueiros para o ano que vem. A ideia era trazer um mais experiente para ser o reserva de Pablo e Balbuena, já que os suplentes são os jovens Pedro Henrique e Léo Santos. Agora, além deste, o Corinthians buscará um nome de maior peso, que chegue para ser titular. Com informações do Gazeta Esportiva.
..texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM