quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Acusado de matar enteado é condenado a 26 anos de prisão

O Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ-SE) condenou, a 26 anos de prisão, Genisson Feitosa Marques, réu confesso no assassinato de seu próprio enteado, uma criança de apenas 4 anos, identificada como Wallace Thiago Santos.

O crime aconteceu no município de Japoatã em agosto de 2016 e chocou a população.


Entenda

Wallace estava desaparecido desde o início de agosto de 2016.


A informação, à época, é que o menino teria sido colocado no quarto para dormir e só na manhã do dia seguinte é que a mãe deu por falta dele. A mãe do menino e Genisson chegaram a passar cinco dias detidos por força de um mandado de prisão temporário, mas acabaram soltos.


O pai biológico de Wallace, Lenilson dos Santos, afirmou, à época, não ter dúvidas sobre o envolvimento de Alessandra de Jesus Santos e do companheiro dela no crime, mas a sua participação nunca foi evidenciada.

Corpo encontrado


Na manhã de 3 de setembro, o corpo da criança foi localizado, enterrado em uma área de matagal, no povoado Poxim, em Japoatã.

Confissão

Seis dias depois de a polícia encontrar o corpo, Genisson confessou a autoria do crime e foi conduzido ao sistema prisional onde aguardou a sentença, desde então.


Com informações da agência AJN1.

.texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM