quarta-feira, 2 de agosto de 2017

“Paulão ainda não mostrou que é prefeito”, dizem vereadores no reinício dos trabalhos legislativos

T. Dantas, ASCOM / PML - Os trabalhos na Câmara de Laranjeiras foram retomados nesta terça-feira, (1º). Os representantes do legislativo usaram a tribuna para se cumprimentar e saudar a população. Porém, o tom da oposição foi de cobrança, já que afirmaram não saber das ações
da Prefeitura em sete meses de administração.

“Paulão da Varzinhas precisar mostrar ao povo as ações durante esses sete meses de administração. Até agora não mostrou que é prefeito, mas quer de novo uma suplementação de R$ 18 milhões no orçamento, sem, ao menos, ter prestado contas dos R$ 26 milhões já aprovados pela Câmara este ano. A falta de transparência com os gastos públicos e o descaso com as indicações apresentadas são uma afronta ao legislativo municipal e eu vou tomar as providências cabíveis. Somente eu apresentei no primeiro semestre mais de 20 indicações e nada foi feito”, disse o vereador Adriano Carvalho (Adriano de Pedra Branca).

A vereadora Brasilina Borges reiterou o discurso de Adriano Carvalho e acrescentou que a equipe da Prefeitura vem fazendo ameaças, caso o legislativo municipal não aprove a suplementação do orçamento.

“É um absurdo esse tipo de ameaça. Como vamos aprovar mais uma suplementacão sem que o prefeito tenha prestado contas do que já aprovamos nesta Casa? Temos que trabalhar pro povo e não aprovar suplementação sob ameaças. Ora, como vamos ter segurança para disponibilizar mais recursos para a Prefeitura se o prefeito se nega a prestar contas?”, indagou Brasilina ressaltando que cada um dos poderes deve cumprir a sua parte, o que não vem sendo feito pela atual gestão.



texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM