sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Jackson Barreto inaugura sistemas de abastecimento de água em Canindé

O governador foi recepcionado com festa e explicou que ampliar o abastecimento de água nas comunidades do Sertão sergipano significa levar dignidade e felicidade a um povo que enfrenta dificuldades ao conviver com a seca.

ASN - Para levar o acesso à água potável para a população de Canindé de São Francisco, o governador Jackson Barreto foi até o município do Alto Sertão nesta sexta-feira, 11, e entregou sistemas de dessalinização do Programa Água Doce em três localidades: assentamentos Mandacaru, 12 de Março e Comunidade Caiçara, um investimento de R$ 450 mil. A ação beneficia cerca de 750 pessoas de 150 famílias canindeenses.



O governador foi recepcionado com festa e explicou que ampliar o abastecimento de água nas comunidades do Sertão sergipano significa levar dignidade e felicidade a um povo que enfrenta dificuldades ao conviver com a seca.

“As chuvas chegaram, mas o governo continua trabalhando para levar água de qualidade para o povo do Sertão. Nós não podemos passar mais a situação que já passamos, a população sofreu muito. Estamos entregando hoje três dessalinizadores. O valor pode parecer pouco, mas quando se trata de levar água de qualidade para a população do Sertão, estamos fazendo um benefício sem tamanho”, declarou, relembrando o ex-prefeito do município Orlandinho Andrade, falecido em março. “Quando eu venho em Canindé, para uma solenidade dessa, lembro de Orlandinho. Impossível não lembrar dele”.

De acordo com o secretário de Estado do Meio Ambiente, Olivier Chagas, em cada sistema dessalinizador foram investidos R$ 150 mil. “Isso aqui é uma obra importantíssima para governo do Estado, que trouxe algo da melhor qualidade: água pura e tratada que proporcionará qualidade de vida paras as comunidades beneficiadas e refletirá na saúde dessas pessoas. O senhor, governador, vem aqui para fazer obras para as pessoas, para trazer um benefício tão importante quanto esse, isso representa o olhar do Estado. Os dessalinizadores são investimentos do governo em parceria com o Ministério do Meio Ambiente, por meio do Programa Água Doce”.


Olivier também ressaltou a preocupação ambiental do programa. “Essa obra tem uma responsabilidade ambiental muito grande. O descarte da água, por ter um alto grau de salinização, tem que ser feito de forma responsável para não prejudicar o solo. Para isso, são construídos, também, um tanque pra receber esse rejeito”, acrescentou.

Para a líder comunitária do assentamento Mandacaru, Maria das Dores França, a chegada da água representa uma grande alegria para os moradores locais. “Estamos todos felizes com essa água boa. Isso é muito importante para gente, porque era muita escassez de água e dependíamos dos carros-pipa, agora vamos ficar tranquilos”.

Mãe de três crianças, a moradora da Comunidade Caiçara, Maria Daniele Niela, comentou o quanto o acesso a água facilitará sua rotina e ajudará a melhorar a saúde na localidade. “Antes, a gente precisava carregar água do chafariz. Agora, vai ficar melhor. Essa água é muito boa, é tratada. Os moradores estão felizes demais”.

Já a líder comunitária do assentamento 12 de Março, Jailma Pereira, afirmou que os recursos disponibilizados pelo governo na comunidade ajudarão a acabar com a dependência dos carros-pipa. “A gente necessitava muito dessa água, porque dependíamos dos carros-pipa. Agradecemos muito por esse trabalho. Estamos em um paraíso, só a gente sabe o quanto significa essa água pra nossa comunidade”.

Programa Água Doce

O programa é uma ação do Ministério do Meio Ambiente, por meio da secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano, em parceria com instituições federais, estaduais, municipais e sociedade civil. O programa assumiu a meta de implantar 1.200 sistemas de dessalinização, com investimentos de R$ 240 milhões beneficiando, aproximadamente, 500 mil pessoas.

Em Sergipe, serão implantados 33 sistemas de dessalinização. São 25 sistemas que disponibilizarão água potável com qualidade numa primeira etapa e oito na segunda etapa. Ao todo, serão 75 comunidades beneficiadas em 14 municípios, a partir de um investimento total de R$ 6.652.305,90, beneficiando 2.757 famílias.

O primeiro município sergipano a ter um sistema de dessalinização instalado foi Poço Redondo, na comunidade remanescente quilombola Serra da Guia. Também já foi entregue um sistema em Nossa Senhora da Glória, em Aningas; quatro em Carira, nos povoados Bezerra, Três Tanques, Lagoa dos Porcos e Macaco e seis dessalinizadores em Poço Verde, nos povoados de Cova da Índia, Recanto, Ponta da Serra, Lages, Cachorro Morto e Cacimba Nova.

Ao todo, o Alto Sertão vai receber 12 sistemas de abastecimento, levando água de qualidade para os municípios de Poço Redondo, Monte Alegre, Porto da Folha e Nossa Senhora da Glória.

O prefeito de Canindé, Ednaldo Vieira, falou das ações do governo do Estado no município. “Ficamos felizes porque são dias melhores para o nosso município. Esse é o papel da nossa gestão e do governador, que não tem fechado os olhos para o nosso povo. Mesmo com tantas dificuldades enfrentadas pelo Estado, ele tem trazido para o sertão e para todas as comunidades o que há de melhor”.

Para o secretário de Estado de Agricultura, Esmeraldo Leal, a implantação de dessalinizadores ajuda na permanência das famílias em seu local de origem. “Nós estamos numa das regiões mais secas do estado de Sergipe, com uma excelente produção de leite, no entanto, com pouco acesso à água. Trazer água significa viabilizar a permanência dessas famílias aqui. Com isso, a gente vai ter certeza que essas comunidades vão produzir bem e viver bem”.

“Não é apenas nos momentos de dificuldades que temos que pensar a questão da água. Água de qualidade é saúde também. Estamos aqui entregando mais um compromisso que o governo do Estado em prol das comunidades do Sertão”, declarou o vice-governador Belivaldo Chagas.

Ações na região

Durante a solenidade, Jackson fez um resumo das ações já empreendidas na região. Ele destacou a construção da Orla de Canindé, os investimentos em bombas e motores no projeto Califórnia e a reforma do pelotão Especial de Policiamento em Área de Caatinga (Pepac), situado no povoado Vaca Serrada, em Porto da Folha.

“Estamos investindo mais de R$ 4 milhões nas bombas, motores do projeto Califórnia para que os pequenos agricultores daqui mantenham seu sustento. Estive recentemente em Brasília lutando pela barragem da Barra da Onça. Não saio do governo sem antes realizar essa obra. Estamos reformando o Pelotão da Caatinga, atendendo um pedido da população, que me parava para perguntar do retorno do Pelotão. Nesta semana, também fui ao Ministério da Educação para pedir a liberação de mais recursos para a construção do Instituto Federal, que está sendo construído em Poço Redondo. Tive a garantia do ministro da Educação da liberação dos impostos para o Instituto Federal, tanto de Poço Redondo, como o de Nossa Senhora da Glória. É dessa forma que o governador procura atuar”, afirmou, anunciando a licitação da ponte da Lagoa da Volta, em Porto da Folha.

“Nós já estamos no processo para fazer a licitação da ponte da Lagoa da Volta. Já conseguimos os recursos de R$ 3,5 milhões. Já avisei ao prefeito, ao ex-prefeito Manoel de Rosinha. Estamos buscando recursos junto à Caixa Econômica para fazer recuperação das rodovias. Estamos fechando os buracos, a população está vendo”.

Presenças
Acompanharam as solenidades o deputado federal João Daniel; os deputados estaduais Luciano Bispo ( presidente da Assembleia), capitão Samuel, Jefferson Andrade e Jairo de Glória; os prefeitos de Nossa Senhora da Glória e Monte Alegre, Chico do Correio e Marinez Silva; o ex-prefeito de Poço Redondo, Roberto Araújo; o ex-deputado federal Rogério Carvalho e lideranças locais.


.texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM