terça-feira, 4 de julho de 2017

Vingança pode ter motivado crime ocorrido dentro do Hospital de Itabaiana

Faxaju - Segundo informou o superintendente do Hospital Regional de Itabaiana, Darcy Tavares, os suspeitos que assassinaram o paciente e acompanhante no interior do hospital, disseram na recepção que precisavam falar com ele. Já nos corredores do prédio perguntaram o local que a vítima se encontrava.

Paciente e acompanhante foram executados por aproximadamente 15 disparos de arma de fogo.

O paciente havia sido internado na quinta-feira (29) depois de ter sido atingido por tiros no tórax, braço e antebraço. De acordo com a direção do hospital, ele havia sido liberado da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para a enfermaria nesta segunda-feira (3).

O secretário de Estado da Segurança Pública, João Eloy de Menezes, o delegado-geral em exercício, Jonathas Evangelista, e o comandante-geral da Polícia Militar, Marcony Cabral, foram para o município para acompanhar a apuração.

“Temos a informação de que a vítima é um ex-presidiário e se envolveu em outro crime no qual ficou ferido no dia 29. Estamos investigando se esse crime tem relação com a sua morte. Testemunhas estão sendo ouvidas”, disse o delegado Jonathas Evangelista.

Os militares do 3º Batalhão da PM foram até o local logo após o crime. Em seguida, os policiais civis da Delegacia Regional de Itabaiana iniciaram a investigação.

texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM