sábado, 15 de julho de 2017

Perícia: Tiro que atingiu bebê no útero da mãe partiu de traficantes

"Indícios apontam que bandidos tentaram atingir policiais militares que estavam numa viatura estacionada ao lado dela", disse a delegada.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro concluiu a perícia do tiro que atingiu Claudineia dos Santos e seu filho, o bebê Arthur, ainda dentro de seu útero.

De acordo com os peritos, o tiro que atingiu a vítima partiu de traficantes da Favela do Lixão, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Segundo informações do Extra, agentes da 59ª DP (Duque de Caxias) voltaram ao local do crime para fazer uma reprodução simulada.

Na ocasião, Claudineia estava a cerca de três metros de uma das viaturas da PM que chegaram na favela.

"A investigação aponta que os tiros partiram de dentro para fora da favela", afirmou, após o final da perícia, Raíssa Celles, a delegada responsável pelo caso.

"Já temos suspeitos, mas ainda queremos reunir provas para que eles possam ser condenados ao fim do processo. Indícios apontam que bandidos tentaram atingir policiais militares que estavam numa viatura estacionada ao lado dela", acrescentou a delegada.

No último domingo, Claudineia fez uma visita ao filho, acompanhada do marido, Klebson da Silva, de 27 anos. O recém-nascido segue internado no Hospital estadual Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias.

texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM