quarta-feira, 12 de julho de 2017

Nos acréscimos, Santos faz golaço de falta e bate o Galo em BH

Gazeta Esportiva - O empate já não era um bom resultado para o Atlético. A derrota, por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, no Independência, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, deve acarretar uma pesada crise, mais uma que Roger Machado terá de enfrentar no clube. Já Levir Culpi que não tem nada com isso, volta para São Paulo feliz da vida, com a permanência garantida no G4.

O Galo lutou bastante pelo resultado. Criou algumas chances, chegou com perigo em várias situações e teve um pênalti para conseguir fazer seu gol, mas nada disso foi possível. Os gritos ao término do jogo eram de “time sem vergonha”. O resultado é péssimo para o Atlético.

A equipe que vinha em crescimento, fica na 10ª colocação, com 17 tentos somados. Já o Peixe alcança a vice-liderança, com 23 pontos.

No próximo domingo o Galo enfrenta o Atlético-GO, em Goiás, às 16h (de Brasília). Já o Santos vai até o Engenhão, enfrentar o Vasco, no mesmo dia e horário.

O JOGO

O duelo começou bastante animado na noite fria em Belo Horizonte. Com menos de cinco minutos, as duas equipes já tinham chegado com perigo contra as metas de Victor e Vanderlei.

Por jogar em casa, o Galo era mais forte em campo e tomava as principais ações. O Santos tinha a postura de se defender e depois sair em velocidade, aproveitando a capacidade de Thiago Maia e Bruno Henrique nas pontas.


texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM