sábado, 8 de julho de 2017

Beira-Rio vira campo de batalha após empate com o Criciúma

Gazeta Esportiva - A conquista do empate, quase no último minuto da partida, com o Criciúma no Beira-Rio não agradou uma parte da torcida do Internacional. Após o jogo, mais uma vez, aproximadamente 100 torcedores iniciaram uma grande confusão no pátio do estádio, o que gerou muita correria no local.

O protesto começou com gritos de palavras de ordem, mas durou pouco. Em seguida, a torcida, com alguns integrantes escondendo o rosto com as camisas, arremessou muitas pedras e garrafas. Depois, eles começaram a arrancar as grades de proteção e entraram em confronto com os seguranças do local ao tentar invadir a zona mista e a sala de coletivas. Houve também tentativa de invasão a loja do clube e muitas vidraças do estádio foram quebradas.

O pelotão da PM reagiu avançando sob os torcedores, lançando bombas de efeito moral e gás de pimenta, o que ocasionou uma correria muito grande. Algumas pessoas que não estavam envolvidas na confusão foram atingidas por pedras, enquanto outros tentavam se proteger da fumaça das bombas.

Após a confusão, o cenário era de devastação. Esta não foi a primeira vez que os torcedores colorados se revoltaram com o resultado negativo. Na rodada anterior, a torcida reagiu da mesma forma na derrota por 1 a 0, para o Boa Esporte, no Beira-Rio.

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM