quarta-feira, 12 de julho de 2017

Bahia vence Ponte com autoridade em Campinas e se afasta do Z4

Gazeta Press - O Bahia conquistou uma importante vitória na noite desta quarta-feira, em Campinhas, Visitando a Ponte Preta, o Esquadrão de Aço não se intimidou com a torcida adversária e foi contundente no início das duas etapas para bater os rivais por 3 a 0, com dois gols do atacante Rodrigão, que estreou contra a Macaca, e outro, no final, de Renê Júnior.

Com o resultado positivo, o Bahia conseguiu se afastar da zona de rebaixamento. O time comandado pelo técnico Jorginho chegou aos 15 pontos e praticamente eliminou o risco de entrar no grupo dos quatro últimos colocados nesta rodada.



Já a Ponte Preta, chegou ao ser terceiro jogo sem vitória. Ex-integrante da parte de cima da tabela, o time de Campinas vem em queda livre e se aproximou do Z4. Em 13 jogos, a Macaca acumula quatro vitórias, três empates e seis derrotas.

O jogo – O Bahia não se intimidou mesmo jogando fora de casa e abriu o placar logo aos três minutos do primeiro tempo. Em cobrança de falta na direita, Régis manda para a área, e Rodrigão, atacante ex-Santos, cabeceou firme no canto do goleiro Aranha para balanças as redes no Moisés Lucarelli.

Tendo de reagir, a Ponte Preta se jogou no ataque e pressionou os rivais. Aos 11 minutos Fernandinho, aproveitando rebote da cobrança de escanteio, pegou firme na bola e obrigou o goleiro Jean a fazer ótima defesa e mandar para a linha de fundo. Dois minutos depois foi a vez de Claudinho receber grande lançamento de Fernando Bob na área e mandar para fora.

Aos 19 minutos mais uma vez Fernando Bob foi responsável por uma jogada de perigo da Macaca, O volante cobrou escanteio fechado, surpreendendo Jean, que estava esperto para evitar o gol olímpico. Antes do apito final, aos 37, Jadson ainda mandou na trave após enfiada de Nino Paraíba, mas o Bahia acabou conseguindo ir para o intervalo com a vantagem no marcador.

A história do primeiro tempo se repetiu na etapa complementar, e Rodrigão novamente foi às redes em um dos lances iniciais. Aos oito minutos, o atacante aproveitou a bola lançada pela defesa para ficar frente a frente com Aranha, driblar o goleiro ponte-pretano e precisar apenas empurrar para o gol. Sentindo fortes dores no pé, o atacante tricolor foi substituído por Gustavo Ferrareis após o tento.

Em meio aos gritos de “Vergonha” da torcida, a Ponte Preta foi em busca da redenção. Aos 31 minutos, Xuxa cobrou escanteio na cabeça de Kadu, porém, o goleiro Jean defendeu a queima-roupa para evitar a reação dos donos da casa.

Se fechando no campo de defesa e esperando um erro da Ponte Preta para sair no contra-ataque, o Bahia matou o jogo aos 39 minutos. O volante recebeu bom passe de Vinícius, invadiu a área e bateu firme cruzado para vencer o goleiro Aranha e fazer prevalecer a “lei do ex”, já que pertence à Macaca, mas está emprestado ao Tricolor baiano.

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA 0 x 3 BAHIA

Local: estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 12 de julho de 2017, quarta-feira
Horário: 19h30 (Brasília)
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Luciano Roggenbaum (PR)

Cartões amarelos: Fernandinho (Ponte Preta); Zé Rafael e Tiago (Bahia)
GOLS: Rodrigão, aos três minutos do 1ºT e aos oito minutos do 2ºT, e Renê Júnior, aos 39 minutos do 2ºT (Bahia)

PONTE PRETA: Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Kadu e Fernandinho; Fernando Bob, Wendel (Felipe Saraiva), Jadson (Xuxa) e Claudinho (Yuri); Lucca e Emerson Sheik
Técnico: Gilson Kleina

BAHIA: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Matheus Reis; Matheus Sales, Renê Júnior, Zé Rafael (Juninho) e Régis (Vinícius); Rodrigão (Gustavo Ferrareis) e Mendoza
Técnico: Jorginho


texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM