sexta-feira, 28 de abril de 2017

Laranjeiras: Vereadores da bancada de situação reprovam requerimento que pede transparência da gestão municipal

Por seis votos a favor e cinco contra, os representantes do legislativo de Laranjeiras reprovaram o requerimento nº 10/2017, de autoria do vereador Adriano Carvalho, que pedia à prefeitura mais transparência a respeito dos gastos com os mais de R$ 22 milhões de orçamento suplementar aprovado por unanimidade na Câmara no início deste ano. O requerimento é datado do dia 20 de abril, mas, na semana passada, por falta de quórum, já que quatro vereadores estavam em congresso e dois da situação, Edvaldo Xavier (Neguinho de Carmem – PRTB) e Marizete dos Santos (Marizete da Mussuca – PRTB) se retiram do plenário, supostamente por uma manobra política da base aliada.


Por conta da reprovação, os vereadores Adriano de Pedra Branca (PMDB) e José Carlos JJ (PMDB) relataram que vão recorrer ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas do Estado, para que o judiciário solicite ao prefeito Paulo Hagenbeck (Paulão da Varzinhas - DEM) a prestação de contas dos recursos gastos na atual administração.

“É um absurdo, os vereadores que se dizem representantes do povo, votarem contra um requerimento que pede a transparência. A transparência na administração pública é lei e todo o povo precisa saber onde estão sendo gastos os recursos públicos. Por este motivo, vamos recorrer ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas, para que os órgãos fiscalizadores façam cumprir esta lei. A meu ver, os seis vereadores da base aliada do prefeito, se mostraram contra o povo de Laranjeiras”, desabafou Adriano.

Após a votação histórica na Câmara de Laranjeiras, o vereador JJ requereu à secretaria da casa legislativa, a documentação necessária para a formalização da denúncia no Ministério Público e no Tribunal de Contas do Estado. “Não podemos deixar que o prefeito Paulão da Varzinhas administre os recursos do povo de Laranjeiras sem a transparência devida, sem uma prestação de contas dos seus atos. Aprovamos no início do ano uma suplementação de mais de R$ 22 milhões, e nada mais justo do que exercermos o papel de vereador, buscando saber o destino destes recursos. Se a transparência é lei, temos que fazer cumpri-la”, frisou JJ.

Cinco vereadores votaram a favor do requerimento que pedia transparência do prefeito Paulão da Varzinhas: Jânio Dias, Adriano de Pedra Branca, Maria Brasilina, José Carlos JJ e Luciano da Várzea.

Com informações da T.Dantas / ASCOM-CML.


CLIQUE AQUI, para acessar a Fan Page 'Sessão da Câmara Municipal de Laranjeiras', e assista os vídeos da sessão de ontem (27), na Câmara.

texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM