quinta-feira, 20 de abril de 2017

Medidas de segurança são adotadas pelo HUSE

As modificações visam garantir a integridade de pacientes e funcionários do órgão.

O Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) recebe aproximadamente 5 mil pessoas entre pacientes e acompanhantes por dia. Como o fluxo é grande, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) através da Superintendência do Hospital está elaborando um plano que vai trazer mais segurança aos funcionários e pacientes. 


Atualmente a unidade conta com 75 seguranças e 96 câmeras para realizar toda a vigilância do hospital. Com a implantação do Núcleo de Inteligência e Segurança (NIS), a SES acredita que o Huse vai passar a ser uma referência nessa área.


De acordo com o superintendente do hospital, a criação do NIS é uma demanda que deve ser atendida o quanto antes para garantir um melhor funcionamento da unidade. “Esse é um compromisso com a população sergipana, principalmente com aqueles que dependem deste hospital. Atualmente o HUSE necessita de atenção nessa área e é preciso corrigir. Nós recebemos pacientes de várias regiões de Sergipe e precisamos garantir a integridade de cada um deles e dos funcionários que aqui trabalham”, destacou Luis Eduardo Correa.

Fechamento de Portão

Nesta semana, a Superintendência do Huse começou a implantação de algumas medidas de segurança. O portão de acesso à guarita central do hospital ficará aberto durante horários determinados, sendo eles 6h30 às 7h30, das 12h30 às 13h30 e das 18h30 às 19h30. Nos outros horários do dia, o fluxo será pela entrada principal do hospital.

O fechamento do portão foi motivado por alguns casos de pessoas que não são atendidas nem acompanhantes de pacientes, mas que estavam circulando pelo hospital. A direção do Huse chegou a encontrar algumas facas escondidas dentro da unidade hospitalar, o que evidenciou ainda mais a necessidade de ações de proteção aos que freqüentam e trabalham no hospital. “O fluxo dessas pessoas estava acontecendo e com isso gerando roubos e ameaças constantes nos estacionamentos. Chegamos a abordar alguns indivíduos na área externa do hospital. Não estamos querendo prejudicar ninguém e contamos com a colaboração de todos”, declarou. Com informações de Agência Sergipe de Notícias.


texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM