domingo, 9 de abril de 2017

André Moura avalia que "a questão do lixo em Aracaju foi direcionada”

A greve dos médicos da rede municipal de Aracaju e o impasse quanto a empresa que irá fazer a coleta de lixo na capital, foi alvo de críticas do líder do governo federal no Congresso. Para André Moura, “nenhum governante pode impedir que se faça uma CPI”.

O deputado federal André Moura afirma que a administração do prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB), é uma “catástrofe” e que a questão do lixo em Aracaju foi direcionada. “Eu sabia que a administração de Edvaldo ia ser uma catástrofe. A cidade está imunda, é lixo por todo lado.

Ai fica esse imbróglio do lixo. Todos sabem que a questão do lixo em Aracaju foi direcionada e agora ele quer impedir que realize a CPI. Nenhum governante pode impedir uma CPI. Além disso ele não consegue acabar com a greve dos médicos o que acaba prejudicando em muito a população. Enfim, é uma catástrofe essa administração”, afirmou.

Sobre as conversas que vem mantendo com o Jackson Barreto (PMDB), André disse que “não há como esquecer as agressões”, mas que o estado de Sergipe está acima de qualquer sentimento. “Não há como esquecer as agressões que sofri, mas os interesses de meu estado está acima de qualquer coisa. Portanto não há hipótese em um acordo político com o governador. Quero dizer que sou aliado dos senadores Valadares e Eduardo Amorim, mas sou mais aliado ainda do meu estado e eu não posso deixar que diferenças políticas prejudiquem o desenvolvimento de Sergipe”, explicou o parlamentar.

André Moura comentou ainda as especulações sobre uma possível candidatura ao governo do estado pela oposição e disse que “a oposição tem os melhores nomes para disputar o governo do estado. No momento meu foco é a reeleição e acho que o senador Eduardo Amorim é o melhor nome e eu defendo que ele seja o candidato. Mas isso é uma coisa que será discutida pelo grupo como sempre fizemos e ai cabe ao senador dizer se aceita ou não”, afirmou.

Ao ser questionado sobre o impasse de quem será o líder da bancada federal, André Moura disse que “a bancada está muito bem representada pelo senador Valadares e pelo deputado Laércio Oliveira. Acho que isso é uma discussão que não leva a nada. Essa é uma disputa desnecessária e que não traz nenhum benefício para nosso estado”, afirmou.


Informações do Munir Darrage, do Faxaju


texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM