sábado, 18 de março de 2017

Vasco fecha preparação para o clássico contra o Botafogo

Em entrevista ao Site Oficial, Valdir comemora oportunidade de dirigir o Gigante da Colina pela primeira vez.

O Vasco da Gama teve uma manhã de sábado (18/03) marcada por muito trabalho no Complexo Esportivo de São Januário. 

Os jogadores cruzmaltinos fizeram o derradeiro treinamento antes do jogo contra o Botafogo, que acontecerá neste domingo (19), às 18h30, no Estádio Nilton Santos. A atividade durou aproximadamente duas horas e foi dividida em dois momentos: físico e tático.

Diante do Alvinegro, em virtude da saída de Cristóvão Borges, o Gigante da Colina será comandado pelo auxiliar-técnico Valdir. Exercendo essa função desde a temporada de 2015, o profissional dirigirá o clube onde brilhou nos tempos de jogador pela primeira vez. Em entrevista ao Site Oficial, o ídolo não escondeu a emoção ao comentar sobre a oportunidade, recebida na semana do seu 45º adversário.

- Não tenho palavras para descrever esse momento. Foi realmente um presente. É gratificante chegar onde se almeja, nem que seja por um momento. Comecei no Vasco ainda criança e hoje estou tendo a chance de voltar ao topo da montanha, dessa vez como treinador. Estou aproveitando cada minuto e buscando fazer o melhor ao lado dos meus companheiros de comissão. Vou trabalhar firme, da mesma forma que fiz nos tempos de jogador. Não faltará empenho e vontade. Erros acontecem, mas vou trabalhar para evitá-los. Não poderia ter um aniversário tão positivo. Que seja a primeira de muitas oportunidades - declarou Valdir.

Valdir conversa com Luis Fabiano durante treino-
Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br
Sem perder para o Botafogo desde agosto de 2013, o Vasco da Gama buscará ampliar o período de invencibilidade para obter sua primeira vitória na Taça Rio. Em sua estreia no segundo turno, o Cruzmaltino empatou em 2 a 2 com o Macaé. Se o triunfo do Almirante passar pela vontade de vencer do auxiliar-técnico Valdir, ele certamente não deixará de ser conquistado.

- Na época que jogava, fui muito feliz, tive algumas vitórias boas e fiz gols. É claro que esse momento é completamente diferente, estarei do lado de fora, mas estou confiante. Trabalhamos muito nesse pouco tempo que tivemos. Passei algumas coisas para os jogadores, mas ainda tenho outros detalhes para passar. Farei no momento certo, até para não congestionar o nosso propósito. Que no final dê tudo certo. Não se pode desperdiçar uma oportunidade como essa. Quem joga no Vasco tem que dar além do máximo. É isso que vou procurar passar para os nossos jogadores - concluiu o ídolo.

Com Informações da Ascom / Vasco

texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM