quinta-feira, 16 de março de 2017

Mina marca nos acréscimos, Palmeiras bate rival boliviano e lidera

Os 38.419 torcedores que foram ao Estádio Palestra Itália na noite desta quarta-feira sofreram mais do esperavam. Em seu primeiro jogo como mandante na Copa Libertadores, o Palmeiras teve trabalho para ganhar por 1 a 0 do Jorge Wilstermann, da Bolívia.

Com quatro pontos ganhos, o time alviverde assume a primeira colocação do Grupo 5 e, para mantê-la, precisa torcer contra o Atlético Tucumán, rival do Peñarol nesta quinta-feira, em Montevidéu. Já o Jorge Wilstermann, com três pontos, figura na vice-liderança da chave.

Na terceira rodada da Copa Libertadores, às 21h45 (de Brasília) do dia 12 de abril, o Palmeiras enfrenta o Peñarol, novamente no Estádio Palestra Itália. Pelo Campeonato Paulista, às 18h30 deste domingo, o time alviverde encara o Santos, na Vila Belmiro.

O Jogo – A primeira chance de gol no lotado Estádio Palestra Itália foi do Jorge Wilstermann. Em cobrança de falta cometida por Felipe Melo, o brasileiro Thomaz levantou na área. No susto, o zagueiro Yerry Mina cabeceou contra o próprio gol e obrigou Fernando Prass a fazer difícil defesa.

Escalado como titular, Guerra teve bom desempenho e o Palmeiras manteve a posse de bola durante a maior parte do primeiro tempo, mas não conseguiu articular boas jogadas de ataque. O time alviverde cometeu erros excessivos e ficou várias vezes em posição de impedimento.

Na melhor oportunidade palmeirense durante a etapa inicial, Michel Bastos recebeu de Alejandro Guerra pela direita e cruzou para cabeçada perigosa de Miguel Borja. Nos minutos finais do primeiro tempo, após novo passe de Michel Bastos, o colombiano cabeceou para defesa do goleiro Olivares.

Logo no começo do segundo tempo, o Palmeiras desperdiçou uma grande oportunidade de finalmente abrir o placar. Após belo passe do volante Felipe Melo, Guerra sobrou livre na cara de Olivares, mas foi desarmado ao tentar aplicar um chapéu no goleiro. Dudu, inconformado, reclamou intensamente.

Mina chegou a mandar a bola para as redes, mas o lance foi anulado por impedimento. Antes de cobranças de escanteio, o colombiano se estranhou com o ex-são paulino Alex Silva na área do time boliviano e ambos foram advertidos com o cartão amarelo pelo árbitro chileno Eduardo Gamboa.

Com o Jorge Wilstermann posicionado para jogar no contra-ataque, Eduardo Baptista trocou Michel Bastos por Keno. O técnico ainda sacou Guerra e Tchê Tchê para as entradas de Roger Guedes e Willian. O único gol saiu apenas aos 50 minutos, quando Roger Guedes cruzou da direita e Mina completou para as redes.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 X 0 JORGE WILSTERMANN


Local: Estádio Palestra Itália, em São Paulo-SP
Data: quarta-feira, 15 de março de 2017
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Eduardo Gamboa (Chile)
Assistentes: Claudio Rios e Edson Cisternas (ambos do Chile)
Público: 38.419
Renda: R$ 2.565.095,57
Cartões amarelos: Yerry Mina (PAL); Marcelo Bergese, Thomaz, Alex Silva, Aponte e Cabezas (JOR)
Gol:
PALMEIRA: Yerry Mina, aos 50 minutos do segundo tempo

PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean, Mina, Edu Dracena e Zé Roberto; Felipe Melo; Michel Bastos (Keno), Tchê Tchê (Willian), Guerra (Róger Guedes) e Dudu; Borja
Técnico: Eduardo Baptista

JORGE WILSTERMANN: Olivares; Aponte, Zenteno (Enrique Diaz), Jorge Ortiz, Alex Silva e Omar Morales; Cristhian Machado, Saucedo e Thomaz; ; Bergese (Rudy Cardozo) e Cabezas (Olego)
Técnico: Roberto Mosquera

Informações do Gazeta Press

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM