quarta-feira, 1 de março de 2017

40 corpos foram registrados pelo IML no período do Carnaval em Sergipe

Mais da metade são de vítimas de homicídios por armas de fogo ou branca. Acidentes vitimaram sete pessoas e outras quatro morreram afogadas.

O Instituto Médico Legal (IML) registrou 40 corpos desde sexta-feira (24) até a manhã desta quarta-feira (1º) em Sergipe. Um menino de seis anos morreu afogado no Povoado Brejo em Lagarto. Também nesse período do Carnaval, três homens de cerca de 40 anos morreram afogados no Povoado Borda da Mata em Nossa Senhora das Dores, na Praia do Abaís em Estância e no Rio Cotinguiba em Laranjeiras.



No relatório constam 21 corpos do sexo masculino, todos vítimas de disparos de arma de fogo. Os crimes aconteceram em Ribeirópolis, Simão Dias, Nossa Senhora do Socorro, Carira, Aracaju, Itabaiana, Itabaianinha, Barra dos Coqueiros, Tomar do Geru, além de dois baleados em Porto Real do Colégio, em Alagoas, que foram encaminhados para o hospital de Propriá, mas não resistiram aos ferimentos e morreram no município sergipano.

Um homem foi assassinado em Lagarto com golpes de arma branca. Um jovem de 21 anos não resistiu a uma descarga elétrica em acidente no Bairro São José em Poço Redondo.

Acidentes de trânsito fizeram sete vítimas no período. Um homem não resistiu aos ferimentos provocados por acidente no Povoado Alagadiço em Frei Paulo. Em Aracaju, três homens morreram em acidentes na Rodovia dos Náufragos e na Zona de Expansão.

As outras vítimas de acidentes de trânsito são de Siriri, Carira e São Bras, em Alagoas. O homem vítima de acidente no interior alagoano foi socorrido e encaminhado para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) por ser mais próximo do município que a capital do próprio estado de origem da vítima. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu em Aracaju.

Um idoso de 71 anos não resistiu a uma queda de cavalo no Povoado Lagoa do Chocalho em Nossa Senhora da Glória. Outro homem de 73 anos morreu após sofrer uma queda da própria altura no Parque dos Faróis em Nossa Senhora do Socorro.

Os corpos de uma adolescente de 14 anos, uma mulher de 35 anos e de uma idosa de 70 anos foram submetidos a exames complementares para identificar o que provocou as mortes. Um homem também morreu de causa ainda a esclarecer.

G1 SE


texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM