segunda-feira, 13 de março de 2017

Fornecedora de material esportivo abandona novo clube de Bruno

Empresa Kanxa anunciou o rompimento com o Boa Esporte no fim da tarde desta segunda-feira.

Debandada geral. A decisão do Boa Esporte de contratar o goleiro Bruno Fernandes, de 32 anos, não caiu bem na opinião pública. Diante da repercussão negativa, quatro patrocinadores decidiram romper com o clube mineiro. O mais recente abandono foi anunciado no fim da tarde desta segunda-feira (13).

A Kanxa, empresa paulista de material esportivo, anunciou que não vai mais apoiar o Boa, se tornando a quinta empresa a se distanciar do time de Varginha.

Agora, de acordo com o Estado de Minas, o Boa Esporte ficou sem parceiros, uma vez que a Kanxa era a última empresa que estava ao lado do clube. Em entrevista ao jornal mineiro, o diretor de marketing da empresa explicou a decisão.

“Na verdade, tudo ocorreu no fim da tarde de sexta, praticamente à noite, quando veio à tona que o Boa tinha fechado com o Bruno. No fim de semana, não conseguimos contato com a diretoria do clube. A diretoria da Kanxa e a parte jurídica estavam viajando. Abordamos hoje para tomar atitude. Na parte da manhã, tentamos contato com o Boa, mas não conseguimos. Bruno não tem nem contrato ainda. Precisávamos esperar posição do clube antes. Foi conversado por telefone, e eles disseram que estão fechando com o Bruno independentemente de qualquer coisa. Não compactuamos com isso, não vamos expor nossa marca dessa forma. A Kanxa não compactua com a atitude do Boa, que decidiu de forma unilateral. Mediante a gravidade do assunto, acho que foi uma ideia de marketing, mas foi um tiro no pé. Justamente na semana do Dia Internacional da Mulher”, comentou Sergio Grer.
Informações do Notícias ao Minuto.

texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM