sábado, 18 de março de 2017

Com salários atrasados, funcionários do Hospital de Laranjeiras continuam em greve

De acordo com informações, os atendimentos foram reduzidos por causa da greve. Nesta segunda-feira, 20, haverá uma manifestação em frente à sede da Prefeitura de Laranjeiras.

Os funcionários do Hospital São João de Deus, em Laranjeiras, realizaram um ato na frente do hospital, durante a paralisação de duas horas na última quinta-feira, 16, como forma de protesto pelos salários atrasados de janeiro e fevereiro. Depois do ato, em assembleia, os trabalhadores decidiram deflagrar greve por tempo indeterminado a partir de ontem, sexta-feira, 17. 



Nesta segunda-feira, 20, está definido que haverá um ato na frente da Prefeitura Municipal de Laranjeiras, único órgão que faz repasse ao Hospital que é administrado pela Associação de Sergipe. A ONG gerencia o Hospital há mais de três anos, com boa aceitação da comunidade. Mas desde o início da atual gestão, do prefeito Paulo Hagenbeck (Paulão da Varzinhas / DEM), os repasses financeiros para custeio do hospital não vêm sendo feito.

Por conta deste impasse, o departamento jurídico do Sintasa entrou com uma ação na Justiça de número 0000250-27.2017.5.20.0011 com o objetivo de conseguir uma medida cautelar que obrigue o município a depositar na Justiça o valor do salário relativo ao mês de março de 2017, além de cobrar o atrasado com juros e correção monetária.

“O trabalhador não tem nenhuma relação entre o Hospital e a prefeitura. Diante disso, os empregados não podem suportar as consequências dos problemas entre as duas partes. Esperamos que haja sensibilidade do novo prefeito para que faça os repasses necessários para que os trabalhadores não sejam mais prejudicados e, consequentemente, nem os usuários”, disse o presidente do Sintasa, Augusto Couto.

Da Redação com informações do Sintasa.

texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM