domingo, 5 de março de 2017

Com erros do juiz, time misto do São Paulo goleia o Santo André

A polêmica arbitragem de Luiz Flávio de Oliveira marcou o duelo entre São Paulo e Santo André, na tarde deste domingo, no Morumbi. Jogando diante de 20 mil pessoas, o time misto do Tricolor venceu por 4 a 1, com dois gols irregulares, em duelo válido pela sétima rodada do Campeonato Paulista. 

Com o resultado, a equipe treinada por Rogério Ceni chegou à oitava partida de invencibilidade no ano, com seis vitórias e dois empates.

Primeiro, Cícero completou para a rede em posição de impedimento.

Depois, quando o time da casa vencia por 2 a 1 e tomando pressão do adversário, Luiz Araújo tocou a bola com o braço antes de marcar o terceiro do São Paulo, que foi a campo com um time misto, já que no meio de semana tem um compromisso importante pela Copa do Brasil.

Líder do Grupo B, com 14 pontos ganhos, o Tricolor volta a atuar pelo Paulista no próximo sábado, às 16 horas (de Brasília), quando fará o clássico contra o Palmeiras, no Palestra Itália. Já o Santo André buscará a reabilitação diante do Botafogo-SP, no mesmo dia, mas às 15 horas, no Bruno José Daniel. Antes, porém, o São Paulo recebe o ABC, de Natal, na quarta-feira, às 19h30, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil.

O jogo – Em sua primeira descida ao ataque, o São Paulo abriu o placar. Aos quatro minutos, após cobrança curta de escanteio, Luiz Araújo cruzou à meia altura para a área, a bola passou por Lugano, e Cícero, completamente impedido, só empurrou para a rede, marcando o seu primeiro gol no Estadual, o quarto na temporada.

Com a vantagem, o São Paulo perdeu a obrigação de sufocar o Santo André e chamou o adversário para o seu campo de defesa, apostando nos contra-ataques. Sem levar perigo, o time do ABC até ensaiou uma pressão e animou a sua pequena torcida, que de imediato foi silenciada pelas vaias tricolores.

Em um desses contra-ataques, o time da casa ampliou o marcador aos 26, quando Junior Tavares disparou em velocidade pela esquerda e tocou para Luiz Araújo, que encontrou Cueva livre no meio da área. O peruano recebeu e tocou para o gol. Com apenas duas finalizações, o São Paulo foi para o intervalo aplaudido por sua torcida.

Confortável no placar, o São Paulo começou o segundo tempo desligado e cometeu uma série de falhas. Primeiro com Junior Tavares, que perdeu a bola em frente à área, dando chance para Henan finalizar. Depois, Sidão hesitou ao sair do gol após cobrança de escanteio e quase viu Baraka descontar.

No terceiro erro, contudo, o Tricolor foi punido. Após cobrança de falta para o meio da área, a bola passou por Lugano, e achou Leonardo, que completou para o gol com o pé. No lance, Sidão voltou a sair mal. No momento de maior tensão no Morumbi, Ceni decidiu mexer no time e colocou Wellington, Thiago Mendes e Wellington Nem nos lugares de Jucilei, Araruna e Cueva.

O São Paulo manteve a mesma postura de contra-ataque e o alívio veio aos 30 minutos, graças a mais um erro de arbitragem. Wellington Nem recebeu na direita, passou pela marcação, invadiu área e bateu cruzado, encontrando Luiz Araújo, que deu um carrinho para desviar para o fundo do gol. A bola, porém, tocou na mão do atacante antes de entrar, mas Luiz Flávio de Oliveira validou o lance.

Com o Santo André batido em campo, o Tricolor deu números finais à partida aos 43 minutos, quando Thiago Mendes fez ótimo cruzamento pela direita e Gilberto subiu sozinho parta testar firme no canto direito de Zé Carlos, chegando ao seu quinto gol no Estadual, o sexto no ano, sendo o artilheiro isolado do São Paulo em 2017.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 4 X 1 SANTO ANDRÉ


Local: Estádio Cícero Pompéu de Toledo, no Morumbi, em São Paulo
Data: 5 de fevereiro de 2017, domingo
Horário: 16h00 horas (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira
Assistentes: Alex Alexandrino e Leandro Matos Feitosa
Público: 20.694 espectadores
Renda: R$ 558.115,00
Cartão Amarelo: Lugano, Cueva e Gilberto (São Paulo)
Gols:

SÃO PAULO: Cícero, aos 4 minutos do 1º tempo, e Cueva, aos 26 minutos do 1º tempo; Luiz Araújo, aos 30 minutos do 2º tempo

SANTO ANDRE: Leonardo, aos 15 minutos do 2º tempo

SÃO PAULO: Sidão; Buffarini, Lugano, Douglas e Junior Tavares; Jucilei (Wellington), Araruna (Thiago Mendes) e Cícero; Cueva (Wellington Nem), Luiz Araújo e Gilberto
Técnico: Rogério Ceni

SANTO ANDRÉ: Zé Carlos; Cicinho (Jean), Reniê, Leonardo e Baraka; Fernando Neto, Claudinho, Dudu Vieira e Henan; Eduardo Ramos (Paulinho) e Serginho (Edmilson)
Técnico: Sérgio Soares

Gazeta Esportiva


texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM