quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

André Moura é afastado da liderança do governo na Câmara Federal

André Moura diz que foi avisado por Temer sobre mudança na liderança do governo. O deputado foi afastado no dia de seu aniversário.

Através de nota à imprensa e divulgada nas redes sociais, o deputado federal André Moura (PSC) informa que foi afastado da liderança do Governo na Câmara dos Deputados, através de telefonema que lhe fora dado nesta quinta-feira (23), pelo presidente Michel Temer (PMDB).

André Moura aproveitou a oportunidade para agradecer ao presidente Temer a confiança nele depositada. “Foi com enorme orgulho que servi ao projeto de uma gestão reformista – tarefa árdua, aliás, mas fundamental para operar o progresso e provocar resultados positivos pelo Brasil”, disse André em sua nota, exatamente no dia do seu aniversário.

O novo líder é o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB). Segundo o Estadão, “deputado de segundo mandato, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) é conhecido em Brasília como um político de perfil alinhado ao seu partido: está em todos os governos, não importa qual”.

Indicado para ocupar a liderança do governo Michel Temer na Câmara, Ribeiro já foi ministro das Cidades no governo Dilma Rousseff, votou contra o impeachment da petista na comissão especial da Casa, mas ao ver a tendência da bancada do PP, votou pelo afastamento da ex-presidente.

Nota de André na íntegra

Nesta tarde, em Sergipe, onde me encontro, recebi telefonema do presidente Michel Temer comunicando-me de mudanças na liderança do governo na Câmara dos Deputados. Aproveitei a oportunidade para agradecer-lhe a confiança em mim depositada. Foi com enorme orgulho que servi ao projeto de uma gestão reformista – tarefa árdua, aliás, mas fundamental para operar o progresso e provocar resultados positivos pelo Brasil.

Depois de anos de dificuldades econômicas, o País finalmente encontrou seu rumo com a adoção de medidas para retomar o desenvolvimento. A resistência ao novo e às mudanças são sempre elevadas e o governo, mais do que nunca, precisa de uma base unida e coesa. A governabilidade deve estar, portanto, acima dos homens e suas vaidades, e a arte da política percorre caminhos virtuosos que sempre tive o orgulho de trilhar. Assim, posso dizer que tenho a certeza do dever cumprido.

Além do agradecimento pessoal ao presidente Michel Temer, agradeço em especial, pelo trato corriqueiro, o apoio do ministro Eliseu Padilha, do ex-ministro Geddel Vieira Lima e do ministro Antônio Imbassahy, e de Sandro Mabel, líderes que entendem a dinâmica, funcionamento e força da Câmara dos Deputados. Também agradeço aos líderes partidários, aos colegas parlamentares e aos ministros de Estado, *sem os quais me seria impossível obter o sucesso alcançado na aprovação de todas as votações que conduzimos ao longo do ano de 2016*.

Agradeço ainda a imprensa pela oportunidade de debater ideias e expor pontos de vista, sempre respeitando o contraditório e as peculiaridades típicas de uma democracia.

André Moura
Deputado Federal por Sergipe

LEIA TAMBÉM