quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Flamengo e Ceará empatam na Primeira Liga

O Flamengo não passou de um empate sem gols com o Ceará em jogo disputado na noite desta quarta-feira, no Castelão. Já classificado para a próxima fase da Primeira Liga, o rubro-negro carioca chegou aos sete pontos ganhos no Grupo B, enquanto o Ceará, com um jogo a menos, somou seu segundo ponto na competição.

O resultado fez o Flamengo perder os 100% de aproveitamento em jogos oficiais na temporada. Escalado com uma equipe reserva, o time carioca travou um duelo equilibrado como Ceará que promoveu a estreia do veterano Givanildo Oliveira, na direção técnica. A partida foi equilibrada e o empate acabou sendo um resultado justo para a produção dos dois times.



O jogo – Mesmo atuando com uma equipe reserva, o Flamengo começou pressionando e marcando em cima a defesa cearense, tentando impedir o toque de bola do adversário. O Ceará mostrava muita cautela e só atacava pelo lado direito com Tiago Cametá, enquanto o veterano Magno Alves ficava isolado na frente. Aos sete minutos, o Magnata recebeu na frente e ajeitou para o chute forte de Felipe Menezes que levou muito perigo.

O time carioca respondeu com um ótimo lançamento para Felipe Vizeu, mas o goleiro Éverson foi mais esperto e ficou com a bola. A partida ficou equilibrada com os dois times dividindo a posse de bola, mas sem criar situações de perigo para as defesas.

Aos 19 minutos, Márcio Araújo fez ótima jogada individual e cruzou para a conclusão de Paquetá que bateu forte, mas mandou para fora,assustando o goleiro cearense. Logo depois, Éverson saiu de soco após cruzamento de Paquetá, evitando que a bola chegasse a Gabriel. O time dirigido por Zé Ricardo ficava mais tempo com a bola, mas não criava situações de perigo para o gol do time da casa. O Ceará também não causava problemas para a defesa carioca e o jogo se desenrolava entre as duas intermediárias. Só aos 36 minutos é que torcida voltou a se agitar. Renê investiu pela esquerda e lançou para Adryan que bateu forte, mas Éverson defendeu bem.

O Ceará só voltou a aparecer com perigo na área rubro-negra, aos 44 minutos, em conclusão de Magno Alves que exigiu uma defesa difícil de Alex Muralha. Os dois times voltaram sem mudanças para o segundo tempo. Aos dois minutos, Magno Alves foi lançado em posição legal, mas não conseguiu dominar a bola que acabou nas mãos de Muralha. O Ceará voltou um pouco mais ousado, tentando chegar com mais velocidade na área rubro-negra. Aos seis minutos, Adryan tocou, de calcanhar, para Felipe Vizeu que não conseguiu concluir. Na jogada seguinte, Cametá bateu de longe e quase surpreendeu Alex Muralha que desviou para escanteio. A jogada animou a equipe da casa que voltou a incomodar em lançamento para Magno Alves, mas o veterano atacante não conseguiu chegar na bola.

Zé Ricardo trocou Adryan por Matheus Sávio numa tentativa de dar mais dinamismo ao ataque carioca. E Sávio teve a chance de bater uma falta na entrada da área, mas a cobrança explodiu na barreira. A partida seguiu equilibrada e o goleiro Éverson voltou a fazer boa defesa em chute de Rodinei.

Aos 26 minutos, Romário cruzou da esquerda e Lelê cabeceou na trave, mas a arbitragem marcou impedimento do atacante. O time comandado por Givanildo Oliveira voltou a criar nova chance aos 34 minutos em cabeçada perigosa do zagueiro Luiz Otávio, após cruzamento de Tontini. O Flamengo respondeu rápido com uma finalização de Cafu que exigiu grande defesa do goleiro Éverson.

FICHA TÉCNICA
CEARÁ-CE 0 X 0 FLAMENGO-RJ


Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 22 de fevereiro de 2016 (Quarta-feira)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Helton Nunes (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)
Cartão Amarelo: Romário(Ce);

CEARÁ: Éverson, Tiago Cametá(Éverton Silva), Rafael Pereira, Luiz Otávio e Romário; Raul, Richardson, Felipe Tontini(Victor Rangel) e Felipe Menezes(Alex Amado); Magno Alves e Lelê
Técnico: Givanildo Oliveira
FLAMENGO: Alex Muralha, Rodinei, Donatti, Juan e Renê; Márcio Araújo, Cuéllar, Adryan(Matheus Sávio) e Lucas Paquetá(Cafu);Gabriel(Ronaldo) e Felipe Vizeu
Técnico: Zé Ricardo


Gazeta Esportiva

texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM