quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Cruzeiro vence fora, segue 100% e se classifica na Copa do Brasil

Na posição de time grande visitando um pequeno, o Cruzeiro não vacilou: venceu o Volta Redonda, por 2 a 1, na noite desta quarta-feira, no Raulino de Oliveira, em duelo válido pela Copa do Brasil. O resultado classifica a Raposa para a próxima fase.

O jogo não foi complicado para o Cruzeiro. O time celeste participou a maior parte do jogo no campo de ataque e pouco sofreu sustos. O Volta Redonda foi dominado na grande parte do tempo, mas teve suas chances e poderia ter feito um resultado melhor ainda na etapa inicial.

O Cruzeiro volta a campo no sábado, no Zama Maciel, contra a URT, pelo Campeonato Mineiro. Já o Voltaço joga no mesmo dia, contra o Fluminense, em Moça Bonita, pelo Campeonato Carioca.

O jogo – O Cruzeiro começou melhor, pressionando mais e tomando as ações do jogo. A Raposa estava atenta ao novo regulamento, precisando buscar, pelo menos, o empate fora de casa.

A primeira oportunidade, porém, foi do Volta Redonda. Aos 12 minutos, em vacilo do zagueiro Léo, que tentou tirar com um chutão, mas acertou o atacante adversário. Na sobra, ele cruzou na área, mas ninguém chegou para empurrar. A segunda chegada perigosa também foi do Volta. Em novo vacilo da defesa cruzeirense, o ataque roubou a bola e por pouco não conseguiu o primeiro gol.

Quem não faz, leva! – Aos 14 minutos, com apenas três toques de ligação defesa-ataque, Arrascaeta recebeu na entrada da área e colocou Alisson em condições perfeitas para abrir o placar. Com um leve toque, o camisa 11 empurrou para o fundo das redes e foi comemorar com seu treinador Mano Menezes.

Minutos depois o Cruzeiro voltou a chegar com bastante perigo. Com passes de pé em pé, Alisson encontrou Arrascaeta na área, mas o arqueiro adversário foi esperto e saiu para ficar com a bola. Após os 20 minutos o Cruzeiro conseguiu dominar completamente o Volta Redonda. A Raposa tinha uma boa recomposição e atrapalhava qualquer saída de bola dos donos da casa.

Aos 37, o Cruzeiro teve nova chance de ampliar a contagem. Em contra-ataque rápido, Alisson recebeu a bola de Arrascaeta e tirou o goleiro. A bola passou por cima. A pressão celeste seguiu nos minutos. Aos 43, a zaga do Volta Redonda tirou o chute de Robinho quase na linha.

O Cruzeiro voltou melhor no segundo tempo. A equipe celeste seguia com comando do jogo e pouco era assustada pelo Volta Redonda. Aos 15 minutos, o Cruzeiro alcançou o segundo gol. A Raposa fazia pressão no ataque, chegava por todos os lados. Em troca de passes, a bola sobrou para Robinho que colocou no canto direito de Douglas.

Aos 22, o Volta Redonda descontou. Marcelo chutou de fora da área, uma pancada. O goleiro Rafael conseguiu encostar na bola, mas ela parou na trave e tocou nas costas do arqueiro, sobrando para o atacante Higor Leite que tinha apenas um companheiro para competir quem empurraria a redonda para o fundo das redes.

Após o tento, o Volta Redonda ganhou ânimo novo na partida. Isso, porém, abria espaços para os contra-ataques. E foi assim que o Cruzeiro quase ampliou o resultado. O camisa 10 Arrascaeta saiu em velocidade, driblou no meio, e colocou Rafinha na cara do gol. Ele não contava, entretanto, com a boa técnica do goleiro que ficou com a redonda.

O fim do jogo chegou, com o Cruzeiro ainda melhor, porém, dentro de outra proposta, mas finalizou a partida com a certeza da sequência da campanha 100% e a classificação na mala.

FICHA TÉCNICA
VOLTA REDONDA-RJ 1 X 2 CRUZEIRO-MG


Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data: 15 de fevereiro de 2017 (Quarta-feira)
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Assistentes: Herman Brumel Vani (SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)

Gols: Alisson, aos 14 minutos do primeiro tempo, Robinho, aos 15 minutos do segundo tempo (Cruzeiro); Higor Leite, aos 22 minutos do segundo tempo (Volta Redonda).
Cartões: Henrique, Luan (Volta Redonda); Alisson, Rafael Sòbis (Cruzeiro)

VOLTA REDONDA: Douglas Borges, Henrique, Felipe, Luan e Cristiano; João Cleriston, Marcelo, Diego Souza (Higor Leite) e Luís Gustavo; David Batista e Pipico (Octávio)
Técnico: Cairo Lima

CRUZEIRO: Rafael, Ezequiel, Leo, Manoel (Kunty Caicedo) e Diogo Barbosa; Henrique, Ariel Cabral, Robinho (Rafinha) e Alisson (Elber); Arrascaeta e Rafael Sobis
Técnico: Mano Menezes

Gazeta Esportiva


Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM