segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Confiança bate Sergipe por 2 a 1 e assume liderança do estadual

O domingo, 19, foi mesmo azul. No maior clássico do Campeonato Sergipano, o Confiança bateu o Sergipe por 2 a 1 no estádio Lourival Baptista, assumiu a liderança do estadual e ainda quebrou um tabu de quase três anos sem vitórias sobre o maior rival.

A vitória deixa o Confiança na ponta da tabela com 14 pontos – a um gol de saldo do vice Itabaiana. Já o Sergipe caiu para a terceira colocação – a um ponto do quarto colocado Frei Paulistano. Na próxima rodada, o Colorado receberá o Boca Junior na quarta, 22, no Batistão. Já o Confiança visitará o Frei Paulistano na quinta-feira, 23.



O jogo


O Sergipe começou ligeiramente melhor, mas apenas em relação à posse de bola. O problema é que o relativo domínio desmoronou cedo: logo aos 8 minutos, no primeiro ataque efetivo do Confiança, Gil Baiano fez pênalti em Tito – e o árbitro assinalou. Na cobrança, o próprio Tito bateu com frieza e converteu: Confiança 1 a 0.

Só a partir daí o Sergipe começou a criar. Aos 11, Fabiano cabeceou por cima do travessão. Aos 13, Wallace perdeu a chance de abrir o marcador contra seu ex-time, mas chutou rasteiro pra fora. Aos 32, o mesmo Wallace teve mais uma oportunidade, mas concluiu muito fraco. E os times apenas administraram o jogo até o intervalo.

Na segunda etapa, o Confiança se soltou. Logos aos cinco minutos, Everton disparou com a bola, limpou a marcação e bateu com perigo à direita do gol pra fora. Mas o melhor ainda estava por vir para a torcida azulina – e se deu aos 12 com um golaço. Endiabrado, o ex-colorado Rafael Vila limpou meia defesa do Sergipe e, com categoria, tocou rasteiro no canto direito: Confiança 2 a 0.

A empolgação diante do placar foi suficiente para a torcida azulina gritar “olé” a cada toque do Dragão na bola. Mas o Sergipe, mesmo sem criatividade, não se entregava. Vicente e Ramalho arriscaram de longe – e mandaram a bola ainda mais longe. Aso 36, Jonas também arriscou de fora da área – mas dessa vez Henrique foi obrigado a pegar. Pouco depois, o colorado Fabiano e o proletário Flávio se estranharam e foram premiados com cartões vermelhos.

Nos acréscimos, quando todos pareciam conformados com a vitória azul, Felipe Ribeiro acertou um chute de fora da área no canto esquerdo – e o goleiro Henrique, mesmo todo esticado, nem tocou na bola: era o desconto colorado, 2 a 1. E mais nada aconteceu para alterar o placar.

FICHA TÉCNICA
Sergipe 1 x 2 Confiança

Gols: Tito (10’ 1t), Rafael Villa (12’ 2t), Felipe Ribeiro (46’ 2t)

SERGIPE

Ferreira, Welton Heleno (Gabriel Cajano), Jonas, Alexandre, Gil Baiano, Vicente, Ramalho, Wallace PE (Erik), Fabiano, Davi Ceará (Felipe Ribeiro), Hiago

CONFIANÇA

Henrique, Felipe Cordeiro, Mimica, Anderson, Jardel, Radar, Everton, Diogo (Thiago Silvy), Tito (Rony), Rafael Villa, Álvaro (Flávio)

Cartões amarelos: Welton Heleno, Hiago, Mimica, Álvaro
Cartões vermelhos: Fabiano, Flávio
Renda: R$ 125.480
Público pagante: 6288
Público total: 7401

Informações de Igor Matheus, Infonet

texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM