segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Brigada Itinerante da Funesa visita Siriri, Riachão do Dantas e Santa Luzia

Mais uma semana de combate ao Aedes aegypti pela Brigada Itinerante. Dessa vez, a força-tarefa do Governo do Estado, gerenciada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), visita os municípios de Siriri, Riachão do Dantas e Santa Luzia do Itanhy. A equipe é composta por agentes de combate às endemias da Fundação Estadual de Saúde (Funesa), que inspecionam imóveis e terrenos baldios.

“Os agentes dão suporte aos municípios no combate ao vetor que transmite Dengue, Chikungunya e Zika Vírus, já que é a responsabilidade para essa tarefa é municipal.

Mesmo assim, o governador Jackson Barreto prioriza uma maior intensificação desse combate, enviando equipes da Brigada Itinerante aos municípios que apresentam altos índices de infestação do mosquito”, explicou Adriel Alcântara, diretor-geral da Funesa.

Segundo Liliane Trindade, coordenadora de Prevenção e Promoção à Saúde, da Funesa, a Brigada Itinerante realiza ações no que diz respeito ao tratamento e eliminação de possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti.

“Os agentes também foram qualificados para prestar orientações aos moradores e realizar o trabalho de conscientização da população, como as ações que são feitas nas escolas dos municípios que recebem a visita da Brigada”, afirmou.

De acordo com Liliane, mais importante que o Governo do Estado e os municípios realizarem o combate é o morador estar atento aos possíveis locais que podem gerar focos do Aedes.

“É preciso certificar que a caixa d’água e outros reservatórios de água estejam devidamente tampados, retirar folhas ou outro tipo de sujeira que pode gerar acúmulo de água nas calhas, guardar pneus em locais cobertos, guardar garrafas com a boca virada para baixo, realizar limpeza periódica em ralos, canaletas e outros tipos escoamentos de água são algumas formas de evitar a proliferação do mosquito”, detalhou.


ASCOM / FUNESA

texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM