quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Filho de Bonner e Fátima tentou ultrapassar caminhão, diz polícia

A Polícia Civil informou que está investigando o caso e deve ouvir outras pessoas.

Acidente no qual se envolveu Vinícius Bonemer, 19, filho de William Bonner e Fátima Bernardes, contou com dois carros -um Volkswagen Golf e um Land Rover Evoque- e um caminhão, informou em nota a Polícia Civil do Rio nesta quarta-feira (4).

À polícia, Bonemer, que conduzia o Golf, disse que a batida aconteceu por volta das 7h30 desta terça-feira (3). Ele estava voltando de Búzios, onde passou o Ano Novo, para o Rio, quando viu o caminhão, que estaria em baixa velocidade na rodovia Amaral Peixoto.Bonemer, então, afirmou ter entendido que o motorista do caminhão o havia dado passagem. Em seguida, os dois veículos colidiram, com o Golf rodando na pista, sendo atingido pelo Evoque.

Segundo a Polícia Civil do Rio, o filho dos dois apresentadores da Globo e dois amigos foram encaminhados para atendimento médico. Bonemer chegou ao hospital lúcido e foi ouvido por volta das 22h desta terça. Os ocupantes dos outros dois veículos não se feriram.

Ainda de acordo com nota enviada pela polícia do Rio, foi o próprio Bonemer que se prontificou a fazer o exame de sangue para verificar o nível de álcool no organismo -alcoolemia. O resultado ainda não ficou pronto. De acordo com os outros motoristas ouvidos pela polícia, ele não apresentava sinais de embriaguez.

A polícia também informou que o filho de Bonner e Fátima estava com a carteira de habilitação vencida, mas dentro do prazo de 30 dias previsto pela lei de renovação sem incidência de multa.

A Polícia Civil informou que está investigando o caso e deve ouvir outras pessoas, para apurar a responsabilidade no acidente, assim como a demora para o fato ter sido registrado na delegacia.

De acordo com a assessoria de imprensa da Globo, Vinícius recebeu alta médica e já está em casa. Bonner, que se ausentou do "Jornal Nacional" desde o acidente, estará de volta à bancada nesta quinta (5). 

Com informações da Folhapress.

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM