terça-feira, 20 de dezembro de 2016

“Vamos trabalhar com austeridade para reconstruir Aracaju”, diz Edvaldo Nogueira

O prefeito eleito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB) concede entrevista na manhã desta terça-feira (20) ao programa ‘A Hora da Verdade’ da 103 FM, comandado por George Magalhães.

Edvaldo iniciou a entrevista demonstrando sua preocupação com o caos que Aracaju está vivendo, por conta do problema da limpeza da cidade.

O prefeito eleito relatou que está focado com o trabalho de transição para tomar conhecimento de todos os problemas da gestão, objetivando criar meios e estratégias para solucionar todos os problemas. “Faremos uma gestão com austeridade, priorizando os recursos para os investimentos essenciais e mais importantes, vamos trabalhar para reconstruir nossa cidade”, prometeu.

Secretariado

Edvaldo prometeu informar todo secretariado até o próximo dia 30. “Não estamos demorando em anunciar toda equipe, na verdade, estou conversando e avaliando com calma e aproveitando o tempo que tenho para definir todos os secretários”, explicou.

Nogueira está feliz com a aprovação alcançada, a respeito da escolha no nome do médico André Sotero que vai comandar a pasta da saúde.

IPTU

Sobre a revogação do projeto de aumento do IPTU, Edvaldo confirmou que irá revogar o acréscimo de 30% até 2022. Ressaltou ainda: “Todas as promessas de campanha serão cumpridas”, garantiu Nogueira.

Captação de Recursos

O prefeito eleito afirmou que trabalhará em Brasília com todos os deputados e senadores, com objetivo de garantir a ajuda necessária para liberação dos R$ 124 milhões das emendas impositivas da bancada sergipana. “Vou conversar e pedir apoio a todos os parlamentares sergipanos, porque as emendas são para beneficiar os aracajuanos”, alegou.

Edvaldo enalteceu a indicação de Mendonça Prado para gerenciar a Emsurb, disse que foi uma escolha do PMDB, mas revelou que ele já estava nos seus planos para compor a equipe.

Sobre a disputa da presidência da Câmara Municipal, entre os nomes de Juvêncio Oliveira, Iran Barbosa, Vinicius Porto e Nitinho Vitale; Edvaldo preferiu ficar no anonimato e preservar o bom relacionamento com todos. “A escolha do presidente da mesa diretora da Câmara é de responsabilidade dos 24 vereadores, irei aguardar a decisão deles”, justificou.

Presidência da Câmara


Edvaldo prometeu trabalhar na direção de conquistar a maioria na Câmara Municipal, por entender que todo governo para ter governabilidade, necessita de entendimento com a maioria dos parlamentares.

Redução de cargos em comissão


Outro ponto destacado durante a entrevista, foi a diminuição de cargos em comissão para economizar recursos. Secretarias e outros órgãos deverão ser unidos para diminuir a composição do primeiro escalão. Edvaldo também prometeu planejar obras estruturantes para melhorar a mobilidade urbana e o saneamento básico da cidade, solucionando os problemas do escoamento das águas. “Vamos planejar e no momento certo iremos anunciar aos aracajuanos”, argumentou.

Prioridades da gestão

Nesse primeiro ano Edvaldo promete trabalhar para garantir a prestação dos serviços básicos: Limpeza da cidade, prestação do serviço de saúde, o funcionamento da rede escolar e o pagamento dos servidores em dia.

Durante a entrevista, o prefeito eleito de Aracaju também declarou que não aceitará em sua equipe quem não esteja motivado para trabalhar e superar toda crise administrativa enfrentada pela cidade. “Não aceitarei quem estiver com mi mi mi, a síndrome da reclamação, mas cobrarei resultados dos membros da equipe, não haverá espaço para preguiçoso”, afirmou.


Participação no governo

Sobre a participação dos partidos aliados, Edvaldo assegurou a participação de todos os partidos do bloco, mas exige qualificação e competência dos nomes indicados pelos partidos. “Temos conversado com os partidos que nos apoiaram e estamos montando a equipe aproveitando as respectivas indicações”, garantiu.

Da Redação

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM