sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Secretário estadual de educação recebe comissão do Colégio Professor João Costa

O secretário de estado da Educação, Jorge Carvalho, reuniu-se na manhã da última quarta-feira, 7, com uma representação de alunos do Colégio Estadual Professor Costa, que atualmente se encontra ocupada.


O encontro foi realizado em seu gabinete e contou com a presença do superintendente executivo da Seed, Everton Siqueira.

Durante a reunião, os estudantes apresentaram uma pauta de reivindicações para que o secretário avaliasse.

Uma das principais eram melhorias na infraestrutura do colégio, passando por reformas nos banheiros, instalações elétricas, construção de uma quadra, etc.

Jorge Carvalho explicou que já conhece os problemas do Colégio João Costa e que a unidade de ensino não precisa de pequenos serviços, mas, sim, de uma grande reforma.

“Logo quando assumi, fizemos projetos de arquitetura e de engenharia para melhorar a parte hidráulica e aumentar a rede elétrica. Além disso, o projeto também visa reorganizar o refeitório e o local da cozinha, melhorar a climatização, a construção da quadra, entre outras intervenções”, disse.

O secretário explicou que nos últimos meses o país tem passado por uma turbulência, e que já houve troca de ministros da Educação. Por conta disso, ainda não foi liberado nenhum recurso para a reforma de escolas.

“O projeto está orçado em R$ 5 milhões. Já demos entrada com o processo junto ao FNDE prevendo a reforma, ampliação e modernização. O governador e eu tivemos uma reunião para tratarmos desse assunto, e tivemos já um aceno do ministro da Educação de que em fevereiro os recursos serão liberados para podermos publicar o edital”, afirmou.

Outras demandas

Jorge Carvalho disse ainda aos estudantes que, tão logo eles desocupem a unidade de ensino, já poderão ser feitos serviços emergenciais para melhoria dos banheiros da escola.

O secretário concordou com algumas outras demandas dos alunos, como a melhoria da alimentação escolar e a aquisição de merendeiras e executores de serviços básicos, para os quais, segundo ele explicou, já foi aberto concurso para contratação, entre outros pontos.


Informações da Assessoria


texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM