domingo, 18 de dezembro de 2016

Real sofre para vencer japoneses na prorrogação e levar Mundial

Após empate de dois a dois no tempo regular, Cristiano Ronaldo marcou duas vezes na etapa extra para garantir o título aos espanhóis.

O Real Madrid venceu o Kashima Antlers na prorrogação por quatro a dois, na final do Mundial de Clubes, no estádio Internacional de Yokohama, no Japão, neste domingo (18). Após empate de dois a dois no tempo regular, Cristiano Ronaldo marcou duas vezes na etapa extra para garantir o título aos espanhóis.



Apesar do placar aparentemente elástico, o Kashima Antlers chegou a estar na frente do placar, vencendo por dois a um, no início do segundo tempo. "Eu não esperava tanta dificuldade nessa partida, que os japoneses jogassem tão bem", afirmou o atacante português, ao fim do jogo.

Na partida, os espanhóis abriram o placar com Benzema, ainda no início do primeiro tempo, mas sofreram o empate aos 44 minutos com um gol do volante Gaku Shibasaki.

Shibasaki marcou de novo, aos sete minutos da segunda etapa, para delírio da torcida japonesa, que compareceu em peso. Com o segundo gol, o Kashima Antlers sonhava com o título inédito. Cristiano Ronaldo, porém, empatou aos 14 do segundo com belo chute no canto direito do goleiro Sogahata.

O empate persistiu até o fim da etapa regular. Nos minutos finais, a equipe japonesa ainda foi melhor e pressionou os espanhóis. No último lance do segundo tempo, o Kashima Antlers perdeu um gol com Endo, que chutou para fora, frente a frente com o arqueiro do Real Madrid, Keylor Navas.

A partida foi para a prorrogação, empatada em dois a dois, e o Kashima Antlers seguia pressionando, até Cristiano Ronaldo receber bola na entrada da área e chutar sem chance para defesa, aos oito minutos do primeiro tempo da prorrogação. Três a dois para o Real Madrid.

Único jogador na elite do futebol com média de mais de um gol por partida, o atacante português ainda marcou outra vez na etapa complementar, o terceiro dele na partida, para não restar dúvidas da vitória. O placar garantiu o título para a equipe espanhola.Na segunda etapa da prorrogação, o Real Madrid ainda teve chance de marcar o quinto gol, barrado nas boas defesas de Sogahata, do Kashima Antlers.

Com informações da Folhapress



texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM