sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Obras da rodovia Pirambu-Pacatuba serão retomadas em Janeiro

O governador Jackson Barreto informou, em entrevista ao programa de rádio ‘A Hora da Verdade’, que, a partir das primeiras semanas de janeiro de 2017, a obras da Rodovia Pirambu-Pacatuba, formada pelas rodovias SE-100 e SE-439, serão retomadas.

Em entrevista ao programa de rádio ‘A Hora da Verdade’, da 103 FM, apresentado por George Magalhães, o governador Jackson Barreto informou que,

a partir das primeiras semanas de janeiro de 2017, a obra da Rodovia Pirambu-Pacatuba, formada pelas rodovias SE-100 e SE-439, será retomada. A obra precisou ser paralisada para novas avaliações de exigências ambientais.

A implantação da SE-100 Norte, partindo do Povoado Aguilhadas, em Pirambu, a Pacatuba, na altura do povoado Atalho, um investimento de quase R$ 38 milhões, com recursos do Proinveste, objetiva levar desenvolvimento à região, pois fomentará o turismo e alavancará a economia do Litoral Norte sergipano, contribuindo ainda para a geração de emprego e a elevação do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Baixo São Francisco, umas das principais prioridades do Governo do Estado.

Com extensão total de 47,23 km (sendo 39,23 km na SE-100 e 08 km na SE-429) e 12 metros de largura, a nova rodovia irá concluir a integração do litoral Norte sergipano, permitindo o acesso por via litorânea às margens do rio São Francisco, complementando a ligação de todo o litoral sergipano por rodovias. Com a construção das pontes Joel Silveira e Gilberto Amado e agora, com a implantação da Rodovia SE-100 Norte, Sergipe terá todo seu litoral integrado por vias rodoviárias de Brejo Grande até Indiaroba. Além disso, a rodovia abre uma nova fronteira turística, a foz do rio São Francisco, dando mais um passo na interligação do litoral nordestino, criando condições plenas para que o Governo Federal possa construir uma nova ponte sobre o rio São Francisco.

No final de novembro deste ano, Jackson Barreto reuniu-se com o governador de Alagoas, Renan Filho, para tratar da construção da ponte entre os municípios de Neópolis e de Penedo, que será erguida com recursos federais e executada pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). Na ocasião, o governador de Sergipe apresentou, justamente, a proposta de construção de uma ponte, com extensão total de 2,8 mil metros, ligando os municípios de Brejo Grande a Piaçabuçu, em Alagoas. O projeto prevê um orçamento de R$ 410 milhões.

Na avaliação do chefe do Executivo de Sergipe, a construção, vai trazer impacto significativo na economia da região, aumentando o fluxo turístico da região e reduzindo custos com transporte da produção nos dois estados. O empreendimento também deve melhorar o escoamento da produção agropecuária dos perímetros irrigados do Baixo São Francisco, especialmente o transporte da safra de arroz.

Na área de turismo, Jackson falou ainda ao repórter do programa, Faro Fino, sobre às visitas, realizadas nesta quinta-feira, 22, ao lado do ministro do Turismo, Marx Beltrão, aos investimentos no setor no estado. Serão visitadas as obras de reforma e ampliação do novo Centro de Convenções e a ponte Gilberto Amado. Na ocasião, ainda será apresentado o Projeto Largo da Gente Sergipana. O governador busca o apoio do Ministério para realização do empreendimento, que compreende a instalação artística urbana no estuário do Rio Sergipe, em frente ao Museu da Gente Sergipana.

Geração de emprego no Leste sergipano

Jackson também anunciou que até o final de janeiro do próximo ano, o Governo do Estado assinará contrato com uma fábrica de autopeças de Minas Gerais e Camaçari para instalação de uma unidade na região do Leste sergipano, nos limites dos municípios de Santa Rosa de Lima, Divina Pastora e Siriri. “O terreno já foi adquirido pela Codise e a previsão é que sejam gerados de 600 a 700 empregos".

Já para Santo Amaro das Brotas, Grande Aracaju, o governo continua o diálogo para conseguir finalizar os últimos detalhes para a instalação da fábrica da Apodi no município. O projeto da fábrica de cimento da Apodi, está orçado em R$ 1 bilhão e tem previsão de geração de dois mil empregos no início da instalação. “Estamos tentando, a Petrobras nos informou que liberará a área no primeiro semestre do próximo ano, dessa forma ajudaremos o estado, pois geraremos mais emprego e renda para o nosso povo”.

O governador falou ainda do início das obras da Usina Termoelétrica Porto de Sergipe, que começarão em janeiro. “Será a maior Termoelétrica da América Latina, R$ 5 bilhões investidos no estado, 1. 700 empregos diretos e 2 mil indiretos. Os diretores da Celse e Ge demonstraram interesse na nossa solicitação, de priorizar a mão de obra local e de oferecer vantagens para as empresas locais na construção”.

Jackson ressaltou também a chegada de um novo Parque Eólico na região de Riachão do Dantas, no povoado Palmares. “Será implantado uma nova eólica em Sergipe, o Parque Eólico Palmas dos Ventos, um investimento de R$ 140 milhões”.

Seca e Dom Távora

O governador também relatou os esforços do Governo do Estado para ajudar os homens e mulheres do campo, principalmente nos municípios afetados pela seca. “Estamos investindo R$ 3 milhões para medidas de enfrentamento aos efeitos da seca, R$ 1, 3 milhão para limpeza de barragens. Estou muito preocupado com a questão da seca. Conversei com Helder Barbalho [ministro da Integração Nacional] e questionei o porquê de não ter sido ampliado o sistema de auxílio para todos os municípios que decretaram estado de emergência. Os últimos 10 municípios que declararam não foram incluídos na lista da Defesa Civil Nacional, com a justificativa de que não estariam aptos para receberem o abastecimento dos carros- pipos, mas argumentei que eles se enquadrarem dentro dos requisitos para receberem os benefícios, mas, lamentavelmente, parece que há um equívoco em Brasília. Vamos atrás do Ministério, também para reivindicar o projeto de forragem que enviamos e não foi aprovado, precisávamos desse recurso para nossa bacia leiteira, neste momento de seca. Porém tentaremos, ao menos, mais uma vez, agilizar a disponibilização do estoque de 740 toneladas de milho da unidade da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) a preço subsidiário para atender os pequenos criadores dos municípios do semiárido. Irei a Brasília depois do Natal, para discutir essas questões”.

Jackson lembrou ainda que, com o projeto Dom Távora, está levando recursos para diversos municípios do estado, para incentivar a produtividade dos pequenos produtores. Na sexta –feira, 16, produtores familiares dos municípios de Pacatuba, Ilha das Flores e Santana de São Francisco receberam incentivo à produção, com a assinatura de Planos de Investimento Produtivo com associações de produtores. Neste mês, foram celebrados planos de investimento produtivo no município de Graccho Cardoso, Carira, Simão Dias e Poço Verde.

“Ou seja, buscamos ajudar os homens e mulheres da zona rural a ter produtividade, a continuar vivendo na sua terra, gerar renda e dignidade para sua família. Também levamos água para os municípios sergipanos. Neste momento de seca, temos vários projetos, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e da Cohidro, para levar água, sistemas de abastecimentos e providencias diversas para ajudar a população do sertão”, explicou o governador.

Nesta segunda-feira, 19, o Governo do Estado entregou três Sistemas Simplificados de Abastecimento de água no município de Japaratuba. A partir de um investimento de R$ 493 mil, viabilizadas pelo Governo do Estado, por meio do programa federal Água para Todos. “Fomos a Japaratuba, entregar sistemas de abastecimento, pode parecer pouco do ponto de vista financeiro, mas do ponto de vista social, é uma obra grande. Em Poço Redondo, assinamos a autorização para licitação da Orla do Curralinho, que vai dialogar com a orla de Canindé, para gerar emprego a partir do turismo na região, por meio do Prodetur. Também, no início do mês, assinamos obras do Prodetur em Itaporanga. Com recursos do Prodetur iremos fazer investimentos diversos, como na urbanização da Sarney, pra dar mais conforto à população e fortalecer o turismo de Aracaju também. Ainda entregamos obras em Glória, Aparecida e Porto da Folha. Estamos fazendo tudo o que é possível, trabalhando e atendendo as demandas da população”.

O governador concluiu informando que na próxima semana entregará obras em Lagarto e Tobias Barreto e em janeiro, a rodovia do Crasto, em Santa Luzia do Itanhi, onde também será lançado o projeto de saneamento e a Orla do Crasto, também investimentos do Prodetur.


Informações da ASN


texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM