sábado, 17 de dezembro de 2016

Juiz concede prisão domiciliar a um dos presos pela 'Operação Venal'

Empresário é o terceiro que consegue o benefício. Operação investiga fraude de R$ 17 milhões no IPTU de Aracaju.

O juiz da 3ª Vara Criminal concedeu prisão domiciliar a um empresário que estava preso pela "Operação Venal”, que apurou fraudes no IPTU no município de Aracaju. Ele é o terceiro que consegue o benefício de utilizar a tornozeleira.



Entenda o caso


A Polícia Civil deflagrou na sexta-feira (2) a "Operação Venal". De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), sete pessoas foram presas, entre elas, quatro empresários, dois intermediadores e um funcionário público comissionado da Prefeitura de Aracaju.

Cerca de 80 delegados, escrivães e agentes participam da operação. A estimativa é que mais de R$ 17 milhões deixaram de ser arrecadados pelos órgãos da Fazenda Municipal decorrentes da fraude e que 17 pessoas foram beneficiadas com o esquema.

A operação é resultado de uma investigação do Departamento de Crimes contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap) e apura fraudes no pagamento do Imposto Sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU).

Informações do G1 SE


texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM