domingo, 11 de dezembro de 2016

Copemcan, presídio de São Cristóvão tem nova fuga

A secretaria estadual de Justiça confirma e revela que o número de fugitivos é desconhecido.

Mais uma fuga de detentos foi registrada na tarde deste sábado, 10. Há informações não oficiais que 25 detentos conseguiram fugir do Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto (Copemcan), instalado no município de São Cristóvão.

A assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania (Sejuc) não confirmou o quantitativo e garante que a direção do presídio ainda está fazendo a contagem dos detentos.

Conforme a assessoria da Sejuc, os detentos conseguiram fugir usando uma corda feita com lençóis emendados, tradicionalmente conhecida como “tereza”. A assessoria informou que a Corregedoria da Sejuc vai instaurar procedimento administrativo para investigar a responsabilidade pela fuga dos detentos.

Tiros

A assessoria de imprensa do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Estado de Sergipe (Sindpen) informou que a fuga foi percebida por agentes que estavam de folga. Conforme a assessoria, estes agentes estavam passando pela BR quando perceberam a movimentação dos detentos. Eles desceram do veículo e entraram em perseguição, teriam disparados tiros para o alto, depertando a equipe de plantão. Nesta ação, cinco dos detentos fugitivos teriam sido recapturados, mas não há registro de feridos segundo a assessoria do sindicato.

Em nota, a diretoria do Sindpen responsabiliza a Secretaria de Estado de Justiça e Defesa do Consumidor (Sejuc) pelas constantes fugas. De acordo com a nota, o Sindpen fez vários alertas sobre "a caótica situação", mas a Sejuc se mantém inerte. Na nota, o Sindpen alerta que o número de agentes é insuficiente, há guaritas desativadas, superlotação e o pessoal enfrenta problemas decorrentes da falta de equipamento de proteção individual.

Nesta fuga, segundo o Sindpen, os detentos estavam na ala A do pavilhão 1. Neste local, segundo o Sindpen, há cerca de 500 presos e apenas quatro agentes de plantão neste sábado, 10.

Informações de Cássia Santana, do Portal Infonet


texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM