sábado, 17 de dezembro de 2016

Alan Ruschel chora em entrevista: 'Deus falou que eu tinha uma missão'

Na primeira entrevista coletiva após o acidente, lateral da Chapecoense disse que pretende voltar a jogar pelo time.

O lateral Alan Ruschel concedeu sua primeira entrevista coletiva na Arena Condá após a tragédia da Chapecoense na manhã deste sábado (17), após receber alto da hospital em Chapecó na tarde de sexta (16).



Emocionado, o jogador afirmou que pretende continuar no futebol. "Farei de tudo para voltar a jogar. Com muita paciência farei de tudo para dar muita alegria para esse pessoal aqui", disse ele, segundo o G1.

"Estava indo pra um jogo, tu não sabe o que vai acontecer daqui a 10 minutos. O que eu levo da lição é viver a vida, aproveitar a vida e fazer o bem. O que os médicos fizeram por mim durante esses dias não tem explicação", disse.

"No momento que caiu aquele avião Deus me pegou no colo e falou que eu tinha mais missão aqui na Terra, por isso ele não me levou. A única explicação, são dois milagres: eu estar vivo e o milagre de eu poder estar andando.Os médicos falaram que foi uma lesão grave eu que tive na coluna. Poder estar andando é milagre de Deus", afirmou.

Ruschel revelou, ainda, ter trocado de lugar no avião antes do acidente que deixou 71 mortos na Colômbia. "Eu estava sentando mais pra trás e o Cadu pediu pra eu sentar mais na frente pros jornalistas sentarem no fundo", relembra.

O jogador também aproveitou o momento para comemorar a volta para casa. "Poder dormir com a minha esposa, ver meu cachorro, minha mãe. Todo mundo em casa. É uma sensação única, não tem explicação", disse. "A primeira coisa que pedi para comer foi feijão, arroz a bife acebolado. Foi muito bom", contou.

Informações do Portal Notícias ao Minuto

texto

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM