sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Rombo de R$ 130 mil é provocada pela fraude no Detran

Foram presos o PM Reginaldo Gomes, as servidoras Jaqueline Araújo e Luzia Risoleta Freire Carvalho, o comerciante Francisco Santos Silva, Alysson Christiano Santos, marido de Risoleta e um garçom do Palácio dos Despachos, Gilson Bispo (Foto: Portal Infonet).

Motoristas que foram beneficiados com a fraude serão ouvidos.


Após meses de investigação, a Polícia Civil detalhou nesta sexta-feira, 4, detalhes da Operação “Fim de Linha” e como funcionava o esquema de fraude que envolve a retirada de mais de 400 multas, pontuações de carteira Nacional de Habilitação, autos de infração entre outras irregularidades. 



A fraude causou um rombo de aproximadamente R$ 130 mil reais ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran/SE). Motoristas que foram beneficiados com a fraude serão ouvidos pela polícia e podem responder pelo crime de corrupção ativa.

Seis pessoas foram presas, entres elas o policial militar Reginaldo Gomes, duas servidoras Jaqueline Araújo e Luzia Risoleta Freire Carvalho, o proprietário de uma fábrica de placas Francisco Santos Silva, Alysson Christiano Santos Souza, marido de Risoleta e um garçom do Palácio dos Despachos, Gilson Bispo. Dois dos envolvidos, o casal Luzia Risoleta e Alysson Christiano já foi preso pelo mesmo crime.

Veja o vídeo:



Informação do Portal Infonet

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM