terça-feira, 1 de novembro de 2016

Lula: "Atualmente, quem gosta de fazer política é a elite"

O ex-presidente Luiz Inácio lula da silva.
  (foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)
Ex-presidente também criticou candidatos que não são políticos.

O ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva afirmou nesta terça-feira (01/11), durante uma palestra a alunos da Universidade Federal de São Carlos (Usfcar) que "a desgraça de quem não gosta de política é ser governado" pela elite. 


Na primeira aparição pública do político após o segundo turno das eleições municipais do último domingo (30), Lula disse que "cada vez mais, em vez de negar a política, a gente tem que fazer política", porque "a desgraça de quem não gosta de política é que é governado por quem gosta" e "quem gosta é sempre a minoria, é sempre a elite".


A declaração do ex-mandatário vem há apenas três dias da derrota histórica do PT nas eleições. Em 2012, o partido tinha conquistado 638 prefeituras, contra as 254 que serão comandadas pela legenda a partir do ano que vem. Além disso, no segundo turno, o Partido dos Trabalhadores não conseguiu vencer em mais nenhum município e, em relação às capitais, só manteve Rio Branco, no Acre.

Com o último domingo, o PT perdeu espaço em cidades que costumavam ter resultados positivos para a legenda, como Recife, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul e São Paulo, onde o candidato do Partido dos Trabalhadores, Fernando Haddad, perdeu para o do PSDB, João Dória. O tucano, aliás, também foi indiretamente alvo da crítica de Lula a "não-política" e aos candidatos que afirmaram em suas campanhas que não são políticos, mas sim gestores e empreendedores.

Época Negócios

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM