segunda-feira, 31 de outubro de 2016

PMDB termina com o maior nº de prefeitos; PSDB tem o maior crescimento entre os grandes

Com a definição de todos os vitoriosos no 2º turno, o PMDB termina a eleição de 2016 novamente como o partido com o maior número de prefeituras no país. São 1.038.

Entre os partidos grandes, no entanto, o PSDB é o grande vitorioso. O partido irá governar 803 cidades – 15,5% a mais que em 2012, quando venceu 695 disputas.

O PSD também registra um crescimento: de 498 prefeitos eleitos em 2012 para 540 agora.

O PT, que venceu 638 cidades em 2012 – no auge da popularidade de Lula e Dilma –, perdeu 60% delas. Agora, conquistou 254.

Nas capitais, o PSDB foi o que mais elegeu prefeitos. Serão sete: João Doria, em São Paulo, Firmino Filho, em Teresina, Zenaldo Coutinho, em Belém, Rui Palmeira, em Maceió, Artur Neto, em Manaus, Nelsoz Marchezan Jr., em Porto Alegre, e Dr. Hildon, em Porto Velho.

Desgastado pela Operação Lava Jato e pelo impeachment de Dilma, o PT elegeu apenas um prefeito em capital: Marcus Alexandre, em Rio Branco. Em 2012, foram quatro.

Se consideradas apenas as maiores cidades com país, com mais de 200 mil habitantes, o PSDB lidera com 28 prefeitos eleitos, contra 14 do PMDB, 6 do PPS e 5 do DEM e do PSB. O PT elegeu apenas um (o de Rio Branco).

Em municípios do interior, o PMDB também lidera, com 1.034, seguido pelo PSDB, PSD e PSB. O PSDB avançou em comparação com 2012 nessas cidades, passando de 691 para 796 prefeitos eleitos. O PT, que tinha eleito 634 prefeitos naquele ano, passou a 253.




Informações do G1

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM