domingo, 23 de outubro de 2016

Na volta de Luan, Atlético-MG enfia três, cola no Fla e tem 'decisão' pela frente

Em reta final de temporada e ainda trabalhando em duas frentes, o técnico Marcelo Oliveira ousou e resolver poupar o lateral esquerdo Fabio Santos e o atacante Robinho contra o Figueirense. Nenhuma dor de cabeça: com o venezuelano Romulo Otero em grande noite, venceu por 3 a 0 e colou de vez no Flamengo neste domingo, na Arena Independência.

Os dois se enfrentam em confronto direto no próximo fim de semana, também em Belo Horizonte.

Com o empate do Fla com o Corinthians no Maracanã, a distância entre os dois agora é apenas de dois pontos. Um triunfo em casa contra o rubro-negro carioca pode fazer, assim, com que a equipe assuma a segunda colocação.

Mais dinheiro e, claro, tranquilidade também na briga por uma vaga direta na fase de grupos da Libertadores.

O responsável pela vitória contra o Figueirense foi Otero, que marcou o seu primeiro gol de falta pelo clube logo aos 15 minutos do primeiro tempo. Ele contou com falha do goleiro paraguaio Gatito Fernández.

Aos 31, o lance mais polêmico da partida: após lançamento, Rafael Silva invadiu a área e, ao tentar driblar Victor, ficou no chão.

Na saída para o intervalo, o zagueiro Werley disparou contra o juiz Grazziani Maciel Rocha e desabafou. "Se a arbitragem apitasse o jogo igual, seria diferente. É um absurdo, nós fomos roubados contra o Palmeiras e hoje estamos sendo roubados contra o Atlético-MG", afirmou ao canal Premiere.

Na volta para a etapa final, Victor fez milagre ao parar chute de Jackson Caucaia de dentro da área e espalmar para o lado, aos 18.

Logo em seguida, aos 20, foi a vez de um dos xodós da torcida, Luan, concretizar o seu retorno aos gramados depois de mais de dois meses - com lesão, ele não atuava desde o dia 8 de agosto.

Em assistência de Robinho, que entrou no fim, Junior Urso ampliou aos 42. Fred fechou a conta em seguida, aos 44, aproveitando enfiada de Cazares.

Os catarinenses encerraram a partida com dois a menos. Werley e Josa foram expulsos.

Com o resultado, o Atlético-MG segue em terceiro, com 59 pontos, dois atrás do Flamengo, 61. O Figueirense se mantém na zona de rebaixamento, em 18º, com 32.

FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO 3 X 0 FIGUEIRENSE


Local: Estádio Independência, Belo Horizonte (MG)
Data: 23 de outubro de 2016, domingo
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistentes: Eduardo de Souza Couto (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)
Cartões Amarelos: Werley, Marquinhos, Jackson, Joseilson (Figueirense); Otero, Clayton (Atlético)
Cartões Vermelhos: Werley, Joseilson (Figueirense)
Gols: Otero, aos 15 minutos do primeiro tempo, Junior Urso, aos 43, Fred aos 44 do segundo tempo (Atlético)

ATLÉTICO-MG - Victor, Carlos César, Gabriel, Erazo, Leonan (Fábio Santos), Leandro Donizete, Júnior Urso, Clayton (Luan), Otero (Robinho), Cazares e Fred
Técnico: Marcelo Oliveira

FIGUEIRENSE - Gatito; Ayrton, Marquinhos, Werley e Joseilson, Marquinhos Pedroso; Jackson Caucaia (Elvis) e Lins, Ferrugem, Bady (Everton Santos) e Rafael Silva
Técnico: Marquinhos Santos

ESPN.com.br

Nenhum comentário:

LEIA TAMBÉM